Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização de Al2O3 anódica nanoporosa para a preparação de eletrodepósitos de metais com propriedades magnéticas inusitadas

Processo: 06/50581-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de agosto de 2006
Vigência (Término): 31 de agosto de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Ernesto Chaves Pereira de Souza
Beneficiário:Cristiane Pontes de Oliveira
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil

Resumo

A utilização de técnicas eletroquímicas para preparar materiais nanoestruturados com propriedades eletrônicas, magnéticas e ópticas especiais é o objetivo principal do Núcleo de Excelência em Nanoestruturas Fabricadas Eletroquimicamente (NANOFAEL). Devido às inúmeras possibilidades de fabricação de materiais utilizando técnicas eletroquímicas, as quais incluem o controle em escala nanométrica, quase todos os tipos de materiais podem ser preparados, tais como: filmes metálicos, ligas, multicamadas metálicas, semicondutores e isolantes. Estes materiais podem ser ambos, orgânicos ou inorgânicos, desde compostos cristalinos até amorfos. Desta forma, este projeto apresenta uma proposta multidisciplinar de atuação na área de materiais nanoestruturados, na qual todas as etapas do desenvolvimento científico estarão presentes. Os objetivos principais serão: 1) Depositar eletroquimicamente metais, multicamadas e ligas metálicas com o objetivo de estudar suas características estruturais, eletroquímicas e magnéticas. Estes sistemas serão utilizados na construção de dispositivos magnéticos, em eletrocatálise e na construção de sensores; 2) Preparar filmes de óxidos com propriedades luminescentes e eletroluminescentes e nanofios de metais e ligas em "templates" de filmes de óxidos anódicos, para o estudo das propriedades elétricas e magnéticas. Serão estudados, paralelamente, os mecanismos da ruptura dielétrica e da dopagem anódica; 3) Sintetizar, por meio de técnicas eletroquímicas e químicas, polímeros puros, blendas e compósitos de polímeros condutores nanoestruturados para aplicação em dispositivos eletrônicos e de gravação óptica. Caracterizar as propriedades eletroquímicas, eletrônicas, magnéticas e ópticas destes materiais; 4) Criar um "site" na Internet com informações científicas e tecnológicas, principalmente na área de atuação do projeto, em uma linguagem acessível ao público em geral e com especial atenção aos estudantes de ensino fundamental e médio, com o objetivo de divulgação científica. (AU)