Busca avançada
Ano de início
Entree

Participacao do sistema nitrergico central na modulacao das respostas neuroendocrinas induzidas por alteracoes de volume e osmolalidade do liquido extracelular: expressao genica hipotalamica da ...

Processo: 06/50628-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2006
Vigência (Término): 31 de maio de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:José Antunes Rodrigues
Beneficiário:Wagner Luis Reis
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/00327-8 - Estudo integrado do equilíbrio hidrossalino: aspectos fisiológicos e moleculares da regulação neuroendócrina e avaliação de aspectos clínicos e experimentais, AP.TEM
Assunto(s):Vasopressinas   Ocitocina   Osmorregulação   Expressão gênica

Resumo

A presença da enzima nNOS em estruturas da lamina terminal e neurônios dos NPV e NSO, tem sugerido o envolvimento do óxido nítrico (NO) na regulação da liberação de AVP e OT. A administração icv de inibidor da NOS determina aumento da concentração plasmática de AVP, OT e ANP, sendo os doadores de NO não as modificam. Por outro lado, a redução do volume plasmático, ativa os receptores periféricos, os quais transmitem as informações ao SNC promovendo a indução da sede e a liberação de vasopressina, aumento da atividade simpática e do sistema renina-angiotensina. A estimulação osmótica, desidratação ou hipovolemia, determina aumento do conteúdo de nNOS em neurônios AVPergicos e OTergicos do PVN e SON, sugerindo uma função moduladora do NO na secreção desses neuropeptídios. Após a expansão do volume do liquido extracelular (EVEC) com salina hipertônica, aumenta a atividade da NOS central, e conseqüente elevação da concentração de NO no SNC e liberação de AVP. Visamos assim, avaliar a participação do NO central na modulação da liberação de AVP e OT, bem como, caracterizar a atividade neuronal do PVN e SON correlacionada com a expressão da nNOS no hipotálamo. Assim, serão utilizados ratos portadores de cânula no VL, por onde serão administrados ativadores ou inibidores da nNOS em resposta a EVEC. Os hormônios AVP e OT serão dosados do plasma, bem como, será verificada a expressão do mRNA destes hormônios nos NPV e NSO, utilizando técnicas de hibridização in situ e de RT-PCR. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
REIS, W. L.; BIANCARDI, V. C.; SON, S.; ANTUNES-RODRIGUES, J.; STERN, J. E. Carbon Monoxide and Nitric Oxide interactions in Magnocellular Neurosecretory Neurones during Water Deprivation. Journal of Neuroendocrinology, v. 27, n. 2, p. 111-122, FEB 2015. Citações Web of Science: 10.
REIS, W. L.; BIANCARDI, V. C.; SON, S.; ANTUNES-RODRIGUES, J.; STERN, J. E. Enhanced Expression of Heme Oxygenase-1 and Carbon Monoxide Excitatory Effects in Oxytocin and Vasopressin Neurones During Water Deprivation. Journal of Neuroendocrinology, v. 24, n. 4, p. 653-663, APR 2012. Citações Web of Science: 17.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.