Busca avançada
Ano de início
Entree

Estabilização segmentar lombar, fortalecimento e alongamento no tratamento da lombalgia crônica: um estudo comparativo

Processo: 07/01102-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2007
Vigência (Término): 31 de agosto de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Amélia Pasqual Marques
Beneficiário:Fábio Jorge Renovato França
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dor lombar   Exercícios de alongamento muscular   Fisioterapia

Resumo

A dor lombar é um importante problema de saúde pública presente em nações industrializadas, afetando 70% a 80% da população adulta em algum momento da vida, com predileção por adultos jovens. A dor lombar está entre as mais freqüentes razões para se procurar o médico, e em segundo lugar para afastamento do trabalho. Quando os sintomas são crônicos, muitas intervenções fisioterapêuticas conservadoras têm sido propostas. Essas intervenções incluem suporte ortótico, exercícios de flexão e extensão da coluna, exercícios para o tronco realizados com os membros inferiores, exercícios de inclinação pélvica, alongamentos, e exercícios aeróbios tais como natação e caminhada. Todavia, poucos testes clínicos têm avaliado a efetividade desses exercícios para a lombalgia, e pouca atenção é dada aos músculos estabilizadores lombares profundos. O objetivo deste estudo será verificar a eficácia de três diferentes tratamentos fisioterapêuticos no alívio da dor lombar crônica. Participarão da pesquisa 45 indivíduos, de ambos os sexos, com idades variando de 18 a 45 anos e divididos de forma aleatória em três grupos: Grupo FS realizará fortalecimento dos músculos abdominais e paravertebrais superficiais; Grupo A fará alongamento dos músculos paravertebrais, e Grupo EL estabilização segmentar lombar dos músculos multífido lombar e transverso do abdome. A dor será avaliada pela Escala Visual Analógica (VAS) e pelo Questionário McGill de Dor. O Índice de Incapacidade de Oswestry será utilizado para avaliar a capacidade funcional, e a postura será avaliada por meio de fotografias. Para avaliar o recrutamento do músculo Transverso do Abdome, será utilizada a Unidade de Biofeedback Pressórico (UBP). O tratamento consistirá de exercícios específicos para cada grupo de acordo com a os objetivos e serão realizadas 12 sessões de fisioterapia duas vezes por semana. A dor e a capacidade funcional serão mensuradas antes e após o tratamento, três e seis meses depois da finalização. Para a análise estatística será utilizado o nível de significância α<0.05.Palavras chave: Alongamento, estabilização, fisioterapia, instabilidade, lombalgia

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FRANÇA, Fábio Jorge Renovato. Estabilização segmentar lombar, fortalecimento e alongamento no tratamento da lombalgia crônica: um estudo comparativo. 2009. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.