Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência dos tratamentos de superfície com diferentes lasers na estabilidade da cimentação adesiva de uma cerâmica aluminizada: estudo comparativo entre ensaio de microtração e microcisalhamento

Processo: 05/01918-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2005
Vigência (Término): 30 de setembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Carlos de Paula Eduardo
Beneficiário:Bruno Lopes da Silveira
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Porcelana dentária   Resistência de união (odontologia)   Alumina   Cimentos de resina   Microtração   Cisalhamento

Resumo

O objetivo deste trabalho será avaliar, in vitro, a influência de seis tratamentos de superfície na resistência de união entre a cerâmica In-Ceram Alumina (Vita) e o cimento resinoso Panavia F (Kuraray), em função do tempo de armazenagem (7 dias ou 6 meses), por meio dos ensaios de microtração e microcisalhamento. Serão confeccionados 18 blocos cerâmicos para o ensaio microtração, e 36 blocos para o ensaio de microcisalhamento. A superfície dos blocos serão padronizadas com lixas de carbeto de silício até a granulação 1200 e receberão os seguintes tratamentos de superfície: a) jateamento com Al2O3 + silano; b) jateamento com Al2O3 + Rocatec Plus + silano; c) jateamento com Al2O3 + Laser Nd:YAG (100 mJ, 20 Hz, 2 W, 141,54 J/cm2) + silano; d) jateamento com Al2O3 + Laser Nd:YAG (140 mJ, 20 Hz, 2,8 W, 198,16 J/cm2) + silano; e) jateamento com Al2O3 + Laser CO2 (60 mJ, 20 Hz, 1,2 W, 11,94 J/cm2) + silano; f) jateamento com Al2O3 + Laser CO2 (100 mJ, 20 Hz, 2 W, 19,90 J/cm2) + silano. Para o ensaio de microtração o cimento resinoso será aplicado sobre a cerâmica tratada e fotopolimerizado por 60s, seguido da aplicação da resina composta Z-250 (3M/Espe). O conjunto será seccionado para se conseguir corpos-de-prova com 12,0 mm de altura e 1,0 mm2 de área. Para o ensaio de microcisalhamento, matrizes tubulares plásticas (diâmetro interno = 0,7 mm e altura = 0,5 mm) serão fixadas sobre a superfície da cerâmica tratada, preenchidas com o cimento resinoso e fotopolimerizadas por 60s. Os corpos-de-prova serão armazenados em água destilada a 37oC por 7 dias ou 6 meses. Os ensaios de microtração e microcisalhamento serão realizados na máquina de ensaio universal EMIC DL 2000 com velocidade de 0,5 mm/min. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
OYAGUEE, RAQUEL C.; OSORIO, RAQUEL; DA SILVEIRA, BRUNO LOPES; TOLEDANO, MANUEL. Comparison of Bond Stability Between Dual-Cure Resin Cements and Pretreated Glass-Infiltrated Alumina Ceramics. Photomedicine and Laser Surgery, v. 29, n. 7, p. 465-475, JUL 2011. Citações Web of Science: 4.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVEIRA, Bruno Lopes da. Avaliação in vitro da resistência adesiva e degradação da interface de união entre cimentos resinosos e uma cerâmica aluminizada tratada internamente com laser. 2008. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.