Busca avançada
Ano de início
Entree

Influencia da recopula de femeas selvagens de ceratitis capitata (wied., 1822)(diptera: tephritidae) na eficiencia da tecnica do inseto esteril.

Processo: 07/02679-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2007
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:José Maurício Simões Bento
Beneficiário:Renata Morelli de Andrade
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Entomologia agrícola   Comportamento sexual   Mosca-das-frutas

Resumo

O objetivo da técnica do inseto estéril é a indução de esterilidade em fêmeas selvagens por meio do acasalamento com machos estéreis liberados em grandes quantidades no ambiente. Os insetos liberados devem ser capazes de competir com os selvagens pela atração e cópula com as fêmeas, fertilizar seus ovos e evitar que ela copule novamente. A recópula com machos selvagens pode interferir na eficiência da técnica por resultar em ovos férteis. Não é conhecido como a ordem de cópula-recópula com machos estéreis e/ou selvagens determina a fertilidade dos ovos de Ceratitis capitata, nem as circunstâncias nas quais interferem na eficiência da técnica do inseto estéril, assim como as conseqüências deste comportamento, o que justifica o presente trabalho e consiste nos seus principais objetivos. Este trabalho é multi-institucional, envolvendo ESALQ-USP, CENA-USP, Embrapa Semi-Árido, Embrapa Mandioca e Fruticultura e Biofábrica Moscamed Brasil, e está inserido no contexto do programa de supressão de moscas-das-frutas nos pólos de fruticultura irrigada do semi-árido pela técnica do inseto estéril. Os experimentos serão realizados na ESALQ e na Embrapa Semi-Árido em condições ambientes para determinar a influência do tipo e ordem das cópulas na indução de esterilidade. Além disso, serão avaliados parâmetros importantes para o entendimento do comportamento de recópula, como tempo de cópula, intervalo entre as cópulas e competitividade sexual dos machos. Será também avaliada a interferência do tratamento aromático dos machos estéreis com óleo de gengibre na recópula. A Biofábrica Moscamed Brasil fornecerá os insetos estéreis, e os selvagens serão provenientes de pupas coletadas de frutos infestados em áreas frutícolas na região do Submédio do Vale do São Francisco. Com o efeito da aromaterapia dos machos estéreis na freqüência de recópula elucidado, assim como as implicações deste comportamento na indução de esterilidade, tornar-se-ão disponíveis informações importantes e imprescindíveis para a otimização do uso da técnica do inseto estéril na supressão da mosca-do-mediterrâneo C. capitata.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MORELLI, R.; PARANHOS, B. J.; COELHO, A. M.; CASTRO, R.; GARZIERA, L.; LOPES, F.; BENTO, J. M. S. Exposure of sterile Mediterranean fruit fly (Diptera: Tephritidae) males to ginger root oil reduces female remating. Journal of Applied Entomology, v. 137, n. 1, SI, p. 75-82, JUN 2013. Citações Web of Science: 9.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ANDRADE, Renata Morelli de. Influência da recópula de fêmeas selvagens de Ceratitis capitata (Wied., 1824) (Diptera: Tephritidae) na eficiência da técnica do inseto estéril. 2009. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.