Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos efeitos do recebimento do lodo da estação de tratamento de água pelo sistema de tratamento de esgotos pelo processo de lodos ativados em bateladas com aeração prolongada, do município de Juquitiba - SP

Processo: 06/53000-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2006
Vigência (Término): 31 de maio de 2007
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Roque Passos Piveli
Beneficiário:Gilberto Carlos Sundefeld Júnior
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Lodo ativado   Saneamento

Resumo

As Estações de Tratamento de Água (ETA) para abastecimento geram resíduos e são denominados "lodo de ETA". Estes devem receber um tratamento e serem dispostos de maneira adequada. No Brasil é comum a prática do lançamento desse lodo nos corpos d'água próximos das ETA's, porém, com o estreitamento da legislação as concessionárias de abastecimento vem sendo obrigadas investir no tratamento e disposição do resíduo. Um método de disposição deste resíduo é o lançamento nas estações de tratamento de esgoto (ETE), os efeitos desta prática ainda não são totalmente conhecidos. Existem estudos no Brasil que mostraram interferências sobre unidades predecessores aos reatores biológicos de ETE's, digestores de lodo de ETE's e em processos biológicos anaeróbios, porém há necessidade de saber o impacto sobre o processo biológico quando o lodo for despejado diretamente nos reatores biológicos. Assim este trabalho objetiva estudar, em escala real, as influências dessa descarga na ETE por Iodos ativados em bateladas com aeração prolongada do Município de Juquitiba-SP, através da verificação da quantidade e qualidade do lodo da ETA, dos esgotos brutos, do lodo ativado do reator biológico da ETE e do efluente final da ETE primeiro sem o despejo dos resíduos da ETA no sistema de esgotos. Num segundo momento, a mesma verificação, mas dos esgotos brutos afluentes à ETE, do lodo ativado do reator biológico e do efluente final da ETE, porém efetuando-se o referido despejo. Em seguida analisar os resultados. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
JÚNIOR, Gilberto Carlos Sundefeld. Efeitos do recebimento do lodo da estação de tratamento de água pelo sistema de tratamento de esgoto por lodo ativado em bateladas e aeração prolongada do município de Juquitiba - SP.. 2007. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Politécnica São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.