Busca avançada
Ano de início
Entree

Perdas de nitrogênio pela emissão de gases e sua relação com a decomposição da liteira e biomassa de raízes na floresta de Mata Atlântica

Processo: 05/57549-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2006
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Luiz Antonio Martinelli
Beneficiário:Eráclito Rodrigues de Sousa Neto
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/12595-7 - Composição florística, estrutura e funcionamento da Floresta Ombrófila Densa dos Núcleos Picinguaba e Santa Virgínia do Parque Estadual da Serra do Mar, estado de São Paulo, Brasil, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Mata Atlântica   Uso do solo   Degradação de biomassa   Fluxo dos gases   Emissão de gases   Nitrogênio   Mudança climática

Resumo

Diante da grande importância, produtividade e extensão da Mata Atlântica, o presente estudo apresenta como objetivo principal investigar se as perdas de nitrogênio (N) pela emissão de gases é um componente importante no ciclo do N na Mata Atlântica e se há uma variação nesses fluxos em relação as diferentes altitudes e verificar como outros parâmetros que regulam estes fluxos (dinâmica de decomposição e produção da liteira, razão C:N, umidade e produção de raízes finas) interferem e se correlacionam com a dinâmica do N nas diferentes altitudes. Este objetivo foi estabelecido visando dar suporte ao projeto temático "Mudanças de uso da Terra e Composição Florística, estrutura e funcionamento da Floresta Ombrófila Densa dos núcleos Picinguaba e Santa Virgínia do Parque Estadual da Serra-do-Mar". As coletas de solo para determinação da biomassa de raízes assim como as amostras de liteira e de gases serão realizadas durante os períodos seco e chuvoso. As coletas dos sacos de decomposição serão feitas nos intervalos de três meses. A amostragem contemplará apenas três faciações da Floresta Ombrófila Densa sendo elas: Mata de Restinga, Floresta Ombrófila Densa das Terras Baixas; Floresta Ombrófila Densa Montana. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOUSA NETO, E.; CARMO, J. B.; KELLER, M.; MARTINS, S. C.; ALVES, L. F.; VIEIRA, S. A.; PICCOLO, M. C.; CAMARGO, P.; COUTO, H. T. Z.; JOLY, C. A.; MARTINELLI, L. A. Soil-atmosphere exchange of nitrous oxide, methane and carbon dioxide in a gradient of elevation in the coastal Brazilian Atlantic forest. BIOGEOSCIENCES, v. 8, n. 3, p. 733-742, 2011. Citações Web of Science: 51.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
NETO, Eráclito Rodrigues de Sousa. Perdas de nitrogênio pela emissão de óxido nitroso (N2O) e sua relação com a decomposição da serapilheira e biomassa de raízes na floresta de Mata Atlântica. 2008. 80 f. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Centro de Energia Nuclear na Agricultura Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.