Busca avançada
Ano de início
Entree

Prospecção dè loci microssatélite e análise da variabilidade genética Èm üma população dò Mato Grosso do Sul, visando a conservação da arara vermelha, ARA chloroptera (Psittacidae, aves)

Processo: 05/03415-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2006
Vigência (Término): 30 de setembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética
Pesquisador responsável:Pedro Manoel Galetti Junior
Beneficiário:Julia Mara Martins
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Aves   Conservação   Repetições de microssatélites   Psittacidae

Resumo

Certas espécies de psitacídeos possuem uma série de características normalmente associadas ao risco de extinção, como grande tamanho corporal, pequena diversidade de itens alimentares, alta especificidade de hábitat, pequena taxa de crescimento populacional e distribuição geográfica restrita, como o gênero Ara. Estudos genéticos são importantes ferramentas para auxiliar a conservação de espécies sob risco de extinção. Um dos marcadores moleculares muito utilizados para estudos populacionais e de conservação é o microssatélite, o qual deve ser isolado da própria espécie ou de espécies correlatas. Para uma maior especificidade a prospecção desses marcadores deve ser realizada na própria espécie. A validação destes é feita por amplificação e busca de possíveis locos polimórficos em uma amostra populacional. A população objeto do estudo genético, para fins de conservação da espécie é residente no Buraco das Araras, na cidade de Jardim (MS). Os objetivos do estudo são prospecção, utilizando metodologia de enriquecimento (Hamilton et al., 1999), validação de microssatélites em Ara chloroptera, disponibilizando um painel de marcadores potencialmente úteis para conservação da espécie e de espécies congêneres, além do estudo genético-populacional em uma população do Mato Grosso do Sul.