Busca avançada
Ano de início
Entree

Amlac 2 e a diferenciação do tegumento em castas e sexos de Apis mellifera: construindo o exoesqueleto adulto

Processo: 05/03301-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2006
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética
Pesquisador responsável:Marcia Maria Gentile Bitondi
Beneficiário:Moysés Elias Neto
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Apis mellifica   Ontogenia

Resumo

O Laboratório de Genética de Abelhas (Dep. Biologia, FFCLRP–USP) no qual se pretende desenvolver este projeto, está ativamente envolvido no seqüenciamento e anotação do genoma deste inseto social de importante valor econômico. A crescente disponibilização das seqüências gênicas de Apis mellifera (Amel 3.0,http://www.hgsc.bcm.tmc.edu/projects/honeybee/) permite agora aos pesquisadores deste laboratório, estudar processos biológicos, função e regulação gênica, utilizando abelhas como animais-modelo. Nesta direção, o tegumento (formado pela epiderme e cutícula ou exoesqueleto) se destaca como um excelente tecido para os estudos de função e regulação de genes críticos para o sucesso da morfogênese. Este tecido, alvo de complexas modificações atribuídas à flutuação dos hormônios ecdisteróides, expressa o gene codificador de lacase, enzima com hipotética função na diferenciação do exoesqueleto. Em um projeto previamente desenvolvido pelos autores dessa proposta (FAPESP, proc. 04/09614-2), o cDNA codificador da lacase Amlac 2 foi caracterizado no tegumento de abelhas. O perfil transcricional evidenciou correspondência com a diferenciação do tegumento, bem como com a oscilação do título de ecdisteróides. A presente proposta busca esclarecer a função desta lacase. Para isto propomos: (1) caracterizar a estrutura do gene Amlac2, (2) analisar qualitativa e quantitativamente sua expressão em períodos críticos da ontogênese, (3) quantificar ecdisteróides endógenos e proceder a experimentos de manipulação hormonal, com o intuito de verificar se a função de Amlac2 é regulada por hormônios, (4) utilizar RNA de interferência (RNAi) para silenciamento deste gene. Neste caso, possíveis mudanças na estrutura do exoesqueleto serão investigadas por estudos de microscopia. Com isto, pretende-se obter um quadro abrangente da função e regulação de Amlac2 no contexto da ontogênese.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ELIAS-NETO, MOYSES; SOARES, MICHELLE P. M.; SIMOES, ZILA L. P.; HARTFELDER, KLAUS; BITONDI, MARCIA M. G. Developmental characterization, function and regulation of a Laccase2 encoding gene in the honey bee, Apis mellifera (Hymenoptera, Apinae). Insect Biochemistry and Molecular Biology, v. 40, n. 3, SI, p. 241-251, MAR 2010. Citações Web of Science: 52.
ELIAS-NETO‚ M.; SOARES‚ M.P.M.; BITONDI‚ M.M.G. Changes in integument structure during the imaginal molt of the honey bee. Apidologie, v. 40, n. 1, p. 29-39, 2009.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
NETO, Moysés Elias. Morfogênese do tegumento em Apis mellifera: construindo o exoesqueleto adulto. 2008. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.