Busca avançada
Ano de início
Entree

Nimuendaju revisitado: arqueologia da antiga Guiana Brasileira

Processo: 06/53062-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2006
Vigência (Término): 31 de julho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Arqueologia Pré-histórica
Pesquisador responsável:Eduardo Góes Neves
Beneficiário:João Aires Ataide da Fonseca Júnior
Instituição-sede: Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/60603-4 - Cronologias regionais, hiatos e descontinuidades na história pré-colonial da Amazônia, AP.TEM
Assunto(s):Amazônia

Resumo

As primeiras pesquisas arqueológicas com Alinhamentos de Pedra no atual Estado do Amapá-Brasil, foram feitas na década de 1920 por Curt Unkel Nimuendajú a serviço do Museu de Göteborg-Suécia. Apesar de conhecidos desde esta época, ainda são poucos os estudos que possam responder sobre contextos culturais e cronológicos dessas estruturas. As últimas hipóteses levantadas sobre estes sítios, baseadas em poucas evidências empíricas e sem os recentes métodos de datações absolutas, restringem-se aos trabalhos arqueológicos realizados nos anos de 1948 e 1949 por Betty Meggers e Clifford Evans. O objetivo do projeto "Nimuendajú Revisitado: Arqueologia da Antiga Guiana Brasileira" é retomar os sítios identificados por Nimuendajú - que além de pouco estudados têm passado por um processo de deterioração e depredação e coletar novos dados empíricos para testar as hipóteses levantadas por recentes pesquisas na Guiana Francesa, que propõem outro contexto cultural e cronológico sobre estes sítios de ocorrência única Brasil. (AU)