Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de filmes finos cerâmicos para uso em memórias ferroelétricas e micro-baterias recarregáveis utilizando soluções de precursores poliméricos

Processo: 06/55379-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência (Início): 01 de julho de 2006
Vigência (Término): 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Alexandre Zirpoli Simões
Beneficiário:Alexandre Zirpoli Simões
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/58445-1 - Desenvolvimento de filmes finos cerâmicos para uso em memórias ferroelétricas e micro-batérias recarregáveis utilizando soluções de precursores poliméricos, AP.JP
Assunto(s):Energia renovável   Método dos precursores poliméricos   Filmes finos   Materiais compósitos   Materiais ferroelétricos

Resumo

O rápido crescimento do mercado de dispositivos eletrônicos portáteis com aplicações em diferentes áreas (telecomunicações, medicina, engenharia), criaram uma grande demanda por fontes de potência compactas, leves e sobretudo, de baixo custo. Essa demanda levou ao desenvolvimento de tecnologia de filmes para a obtenção dos componentes principais das baterias e memórias de computador. Desta forma, este projeto tem como um dos objetivos a obtenção de filmes de La2/3-xLi3xTiO3, para aplicações em cátodos, tanto a partir de solução de citratos como também na forma de compósitos oxido: polímero condutor, com excelentes propriedades eletroquímicas para aplicações em micro-baterias recarregáveis de lítio. Será utilizado como eletrólito uma solução contendo hexafluorofosfato de lítio, carbonato de etileno e carbonato de propileno e como ânodo uma lâmina delgada de lítio. Outro objetivo deste projeto é estudar a formação de filmes finos texturizados de BiFe03 puro e dopados com lantânio e nióbio em baixas temperaturas, bem como avaliar o efeito da disposição e orientação dos domínios ferroelétricos visando obter filmes com propriedades compatíveis para uso em memórias ferroelétricas e dispositivos piezoelétricos. Para isso, os filmes finos serão depositados em substratos adequados controlando-se a homogeneidade química, a microestrutura e a interação filme-eletrodo. (AU)