Busca avançada
Ano de início
Entree

Rio Claro: café, elites e ferrovia: uma cidade em transformação, 1870-1901

Processo: 97/13529-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 1998
Vigência (Término): 30 de junho de 2000
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Wilma Peres Costa
Beneficiário:Fábio Alexandre dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Economia (IE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Cidades   Ferrovias   Elite   Modernização   Industrialização   Café   Rio Claro (SP)

Resumo

O objetivo da pesquisa, a ser desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em História Econômica do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, é analisar o processo de urbanização e constituição/consolidação da cidade de Rio Claro, no período de 1870 quando, fazendeiros da região de Campinas se movimentam com o intuito de prolongar a linha férrea de Jundiaí à região que vinha se destacando na produção da cultura cafeeira até 1901 quando, a cidade assiste o apogeu na produção do café e, ainda, começa a tomar vultos de cidade industrializada, focalizando as relações existentes entre a expansão cafeeira, o avanço da ferrovia e o papel das elites no desenvolvimento da cidade. O período ao qual se refere, engloba uma importante página na história brasileira, tanto econômica quanto social, política e cultural, ou seja, o da expansão cultura cafeeira no "Oeste Paulista" que, gradativamente substituía a cana-de-açúcar como principal produto de exportação. Neste sentido, as fazendas, os fazendeiros, a imigração, as comissões liberais, que tanto caracterizam a expansão desta região, além da presença constante do pensamento capitalista nas relações produtivas, influenciaram de modo importante a expansão, a modernização e o povoamento do hinterland paulista. As transformações ocorridas na segunda metade do século XIX levam as cidades a estabelecer novos parâmetros em suas relações sociais e produtivas. A crescente substituição do trabalho servil pelo assalariado, a influência cultural européia ocasionada, também, pela imigração, o reordenamento das paisagens físico-urbanas, vão gerar novos conceitos nas relações econômicas, sociais, culturais e políticas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SANTOS, Fábio Alexandre dos. Rio Claro : uma cidade em transformação, 1850-1906. 2000. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Economia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.