Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterizacao de isolados de espiroquetideos procedentes de cotia-sp, municipio com casos soro-positivos para doencas de lyme, pela reacao em cadeia de polimerase.

Processo: 98/14988-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 1999
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Teresinha Tizu Sato Schumaker
Beneficiário:Gisela Marzagao
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Zoonoses   Doença de Lyme   Reservatórios   Carrapatos

Resumo

Pesquisadores brasileiros empregando antígenos de Borrelia burgdorferi (cepa americana) obtém sorologia positiva para Doença de Lyme (humanos e animais), porém, com títulos abaixo do esperado. Espiroquetídeos foram isolados de espécimes biológicos de carrapatos e reservatórios de Cotia/SP, área soroepidemiologicamente positiva para a doença, e reagiram positivamente com soros de pacientes brasileiros (Imunofluorescencia Indireta). De um dos isolados amplificou-se o DNA do gene Flagelina (gênero Borrelia), pelo método de PCR. Objetiva-se clonar e seqüenciar esse fragmento para obtenção de "primers" específicos a serem utilizados na identificação dos demais isolados (carrapatos, roedores, marsupiais e humano). Isolados positivos para Borrelia, não reconhecidos pelos "primers" obtidos serão igualmente caracterizados o que poderá permitir um diagnóstico rápido e seguro. (AU)