Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de malária vivax assintomática em áreas hipoendêmicas da Amazônia brasileira

Processo: 99/06603-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 1999
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Erney Felicio Plessmann de Camargo
Beneficiário:Fabiana Piovesan Alves
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Epidemiologia   Malária   Amazônia

Resumo

Estudos da epidemiologia da malária em Rondônia mostraram evidências de algum grau de imunidade à malária vivax em população nativa da Amazônia, que habita comunidades ribeirinhas. A imunidade naturalmente adquirida à malária falciparum já foi bem estudada na África, porém estudos semelhantes não foram feitos em áreas endêmicas de P. vivax. Para investigar a existência de casos assintomáticos de malária na Amazônia, realizamos um corte transversal numa comunidade ribeirinha, introduzindo o PCR como método diagnóstico. De 183 participantes, 25 tiveram PCR positivo para P. vivax, dos quais 8 com lâmina positiva. Deste grupo, 16 adultos foram acompanhados por 30 dias, nenhum evoluiu com sintomas de malária. Este projeto de pesquisa tem como finalidade prosseguir estes estudos, avaliar a atuação destes portadores como reservatórios da infecção, fazer um estudo longitudinal de 1 ano nesta comunidade e estender esta pesquisa a outras comunidades ribeirinhas e rurais. Estes achados terão implicações nas estratégias atuais de controle da doença. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre a bolsa::
Luiz Hildebrando Pereira da Silva: Virando o jogo da malária 
Luiz Hildebrando Pereira da Silva:Virando o jogo da malária