Busca avançada
Ano de início
Entree

Participação dos receptores de adenosina na bradicardia induzida pelo treinamento físico

Processo: 00/02347-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2000
Vigência (Término): 30 de setembro de 2002
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Angelina Zanesco
Beneficiário:Fernanda Bruschi Marinho Priviero
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Adenosina   Bradicardia   Treinamento físico

Resumo

As relações de causa e efeito do aumento da adenosina após a atividade física e sua associação com a bradicardia ainda não são claras. Portento, o objetivo geral desse projeto será o de investigar a participação dos receptores de adenosina na bradicardia presente em animais submetidos a 2, 4 e 6 semanas de treinamento físico, usando átrios direitos isolados. Os objetivos específicos serão: 1. Avaliar as respostas cronotrópicas de átrios direitos de ratos controles ou treinados por natação. Para isso serão construídas curvas dose-resposta em ambas preparações ao: - ATP (agonista purinérgico) - NECA (5-N- ethylcarboxamido adenosina, agonista de receptores de adenosina - 2) - CPA (N-ciclopentiladenosina, agonista de receptores de adenosina A1) - IB MECA (agonista de receptores de adenosina A3) O 2- Avaliar a população de receptores de adenosina presentes na preparação e as possíveis alterações do número desses receptores, através do emprego do antagonista 8- sulfoteofilina. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PRIVIERO, Fernanda Bruschi Marinho. Participação dos receptores de adenosina na bradicardia induzida pelo treinamento físico. 2002. xvii, 111 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Instituto de Biociências Rio Claro.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.