Busca avançada
Ano de início
Entree

Estratégias financeiras e a produção do imobiliário residencial em São Paulo: o caso do Panamby

Processo: 05/51888-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2005
Vigência (Término): 31 de maio de 2007
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Ana Fani Alessandri Carlos
Beneficiário:Danilo Volochko
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Financeirização   Mercado imobiliário   Empreendimentos imobiliários   Condomínios fechados   Metrópoles   Sociabilidade   São Paulo (SP)

Resumo

A urbanização recente da metrópole paulistana sinaliza que a produção imobiliária residencial vem sendo realizada pelos nexos da acumulação financeira, o que significa que a produção da moradia integra as novas estratégias de reprodução deste setor da economia. A articulação financeiro / imobiliário é atestada pela constituição dos Fundos de Investimentos Imobiliários (FII's), que se apresentam como uma possibilidade para a reprodução do capital financeiro na medida em que são uma modalidade de ação que combina a segurança e a solidez do investimento em imóveis com a flexibilidade e liquidez do mercado de capitais, Este processo ocorre produzindo implicações no plano da prática socioespacial, já que estes Fundos produzem novos espaços em regiões já valorizadas, acentuando processos de fragmentação e segregação. Este parece ser o caso do Panamby, um empreendimento imobiliário preponderantemente residencial realizado a partir do FII Panamby. Trata-se de uma área para investimentos residenciais (e também comerciais) e de um condomínio fechado, que se colocam como um fragmento segregado produzido como frente de valorização e expansão do eixo terciário da metrópole. Como tal o Panamby expressaria o sentido financeiro da produção imobiliária residencial em São Paulo, cujos limites seriam a produção da moradia enquanto um serviço consumível, revelando o habitar como ato produtivo e destituído das possibilidades dadas pela apropriação da rua, do bairro, enfim, dos espaços de sociabilidade urbanos. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
VOLOCHKO, Danilo. A produção do espaço e as estratégias reprodutivas do capital: negócios imobiliários e financeiros em São Paulo. 2007. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.