Busca avançada
Ano de início
Entree

A historiografia das invasões holandesas (1624-1654): um estudo sobre as formas discursivas e plásticas do gênero histórico no século XVII

Processo: 00/10464-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2001
Vigência (Término): 30 de abril de 2005
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Pesquisador responsável:João Adolfo Hansen
Beneficiário:Eduardo Sinkevisque
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Absolutismo   Historiografia   Retórica   Teologia

Resumo

Objetiva-se investigar a possibilidade de o evento bélico ser representado, no século XVII, dentro de um sistema de significações que comporta gêneros diferentes ou diversos. Ou seja, a partir das invasões holandesas no Brasil e da restauração de Pernambuco pretende-se verificar como o pensamento seiscentista construiu representações discursivas e plásticas que pertençam a um debate filosófico-religioso entre católicos, calvinistas e luteranos. Objetiva-se estudar discursos historiográficos luso-brasileiros e a pintura flamenga de gênero histórico sobre as invasões holandesas na América portuguesa, observando-se vários pontos de sua organização e prática sistemáticas. Propõe-se estudar o contexto de produção dessa história e de outras práticas de representação; quais as bases que permitem sua efetivação; qual o significado dessas práticas em oposição às leituras realizadas até então sobre o tema, excetuando-se parte das obras de Evaldo Cabral de Mello. Em suma, a proposta é sistematizar os corpora mais significativos do gênero historiográfico seiscentista, a fim de se poder formular uma tese sobre a anatomia plástico-discursiva das guerras holandesas, lendo também o teatro ibérico e o sermão luso-brasileiro, como representações homólogas entre si e às outras a serem confrontadas, definindo-as como variantes do gênero historiográfico seiscentista. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)