Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da dinâmica de restos orbitais e meteoroides

Processo: 00/06629-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2001
Vigência (Término): 30 de abril de 2005
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Aeroespacial - Dinâmica de Vôo
Pesquisador responsável:Othon Cabo Winter
Beneficiário:Claudia Celeste Celestino de Paula Santos
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Satélites artificiais   Detrito espacial   Manobra orbital   Astrodinâmica

Resumo

A exploração e a utilização do ambiente de satélites em órbitas de baixa altitude tomou-se algo relevante ao avanço tecnológico nas últimas décadas mostrando-se importante o conhecimento do fluxo e da dinâmica de partículas de meteoróides e restos orbitais que possam afetar o desempenho adequado de missões. A proposta inicial deste projeto é de se obter a evolução orbital de meteoróides/restos orbitas considerando as perturbações que os influenciam. Nesse trabalho, pretende-se desenvolver as seguintes tarefas: 1) Estudo teórico dos principais modelos envolvidos nas órbitas dos restos espaciais/meteoróides; 2) Implementação e adaptação de métodos analíticos e numéricos para a determinação das seguintes características: i) Evolução no tempo e no espaço de uma nuvem de partículas; ii) Como essa evolução varia com o modelo dinâmico adotado, incluindo a derivação de equações analíticas e estudos numéricos para cada perturbação existente; iii) Como essa evolução varia de acordo com as condições iniciais da nuvem; iv) Qual o volume ocupado por uma porcentagem fixa da massa dessa nuvem e como esse volume varia com o tempo; v) Qual a duração da vida das partículas nessas órbitas e como obter as melhores órbitas do ponto de vista de vida curta de resíduos; vi) Estimar a probabilidade de colisão de um satélite com uma nuvem, em função da área do satélite, densidade da nuvem e caminho livre médio entre as partículas, tempo em órbita, etc. (AU)