Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismo(s) de ação hemolítica do extrato das cerdas da lagarta (Lonomia obliqua): identificação e caracterização funcional e bioquímica da(s) fração(ões)

Processo: 00/11432-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2001
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:Ida Sigueko Sano Martins
Beneficiário:Carla Simone Seibert
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Proteínas   Toxinas   Lonomia obliqua   Hemólise

Resumo

Os envenenamentos humanos causados pelo contato com as cerdas da lagarta Lonomia obliqua tem provocado distúrbios nos sistemas de coagulação e fibrinólise. Porém, nosso estudos "in vitro" mostraram que o extrato bruto das cerdas da lagarta provoca atividade hemolítica direta, indireta e atividade proteolítica sobre a banda 3, na membrana eritrocitária humana e de ratos Wistar. E os testes "in vivo" mostraram evidente atividade hemolítica intravascular em ratos Wistar. Frente a estas informações é de nosso interesse identificar a(s) fração(ões) com atividade hemolítica do extrato e verificar se estas são as responsáveis pela atividade hemolítica intravascular em ratos Wistar, estudando posteriormente o(s) mecanismo(s) envolvidos nesta atividade. Utilizaremos cromatografia de gel filtração para separar as frações do extrato bruto, identificando as frações hemolíticas através dos testes de atividade hemolítica direta e indireta com posterior purificação desta(s) fração(ões). Será identificado a(s) fração(ões) responsável(is) pela atividade proteolítica na membrana eritrocitária e o estudo do(s) mecanismo(s) da hemólise será realizado através da avaliação das alterações da composição protéica da membrana do eritrócitos, utilizando o método de imunocitoquímica eletrônica com o emprego de anticorpo para as proteínas da banda 3 e glicoforinas, dos eritrócitos tratados com a(s) fração(ões). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.