Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de "SNPs" não-sinônimos em genes expressos em tumores de cabeça e pescoço

Processo: 00/14427-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2001
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Emmanuel Dias-Neto
Beneficiário:Pedro Edson Moreira Guimarães
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Prognóstico   Prevenção   Detecção   Polimorfismo de um único nucleotídeo

Resumo

O polimorfismo mais comum no genoma humano é denominado SNP (Single Nucleotide Polymorphism). Estes polimorfismos, quando localizados em regiões codificadoras dos genes, podem alterar a seqüência protéica, gerando proteínas com diferentes atividades biológicas. Este tipo de SNPs, que se localiza dentro de regiões codificadoras e leva a uma alteração da seqüência protéica, é de grande importância para a compreensão da variabilidade fenotípica de nossa espécie. Neste sentido, as seqüências produzidas dentro do Projeto Genoma do Câncer Humano Ludwig/FAPESP (HCGP), comprovadamente derivadas da região mais central dos genes humanos, deve prestar uma importante contribuição para a identificação de SNPs relevantes. Neste projeto, pretendemos confirmar a existência e avaliar a freqüência de novos SNPs humanos presentes em genes expressos em tumores de cabeça e pescoço. O HCGP já gerou mais de 150 mil ESTs derivadas destes tumores, aumentando desta maneira em mais de 30 vezes o número de ESTs derivadas destes tumores. Estes tumores estão entre as neoplasias mais comuns sendo responsáveis pela terceira maior causa de mortes em países em desenvolvimento e possuindo uma incidência global de 500.000 novos casos por ano. Os SNPs encontrados poderão ser úteis no estudo de predisposição ao desenvolvimento desta neoplasia, e serão ainda investigados em termos de influência no prognóstico e resposta ao tratamento. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.