Busca avançada
Ano de início
Entree

Modificações na estrutura argumental de predicados e os sujeitos do Português do Brasil

Processo: 00/03377-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2000
Vigência (Término): 30 de novembro de 2000
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Esmeralda Vailati Negrão
Beneficiário:Thais Raposo Do Amaral Pinto Chaves
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Minimalismo   Léxico

Resumo

Este projeto pretende analisar construções sintáticas que envolvem mudanças na estrutura argumental prevista no léxico para os verbos. A partir de estudos já desenvolvidos sobre ergativas, passivas, construções de alternância, construções médias e sentenças existenciais, o estudo pretende formular uma análise unificada para esses fenômenos que possa trazer dados para o debate corrente sobre o estatuto e a constituição do Léxico na Teoria Gerativa atual. O estudo inclui ainda uma classe de fenômenos ainda não estudados, a existência de sentenças como O meu banheiro escorrega, em que o constituinte que está na posição de sujeito não está previsto como uma necessidade argumental do verbo escorregar. A partir de todos esses fenômenos, o estudo procurará investigar as relações entre as informações que devem estar contidas no léxico e a sua implementação na sintaxe do português do Brasil (PB), entendido como uma língua voltada para o discurso, que apresenta características sintáticas diferenciadas, especialmente no que se refere à posição de sujeito. A análise deverá ser implementada dentro do quadro teórico estabelecido pelo Programa Minimalista para o estudo da gramática. (AU)