Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das proteínas de fase aguda durante a prenhez e a possível utilização como técnica de diagnóstico precoce da gestação em fêmeas da espécies canina (Canis familiaris Linnaeus, 1758)

Processo: 97/12774-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 1998
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2000
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Valquiria Hyppolito Barnabé
Beneficiário:Camila Infantosi Vannucchi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Diagnóstico precoce

Resumo

Na atualidade, o diagnóstico da gestação em cadelas é efetuado por meio do ultra-som, por volta do 21-26º dia após o pico de LH (19º dia após a ovulação). O diagnóstico precoce da gestação tem sua importância, já que medidas médicas antecipadas podem ser realizadas no monitoramento destes animais, e também por preocupação dos proprietários. As proteínas de fase aguda são detectadas no soro em altas concentrações, em decorrência de um processo inflamatório. A invasão do embrião no endométrio promove diversas alterações orgânicas, inclusive desencadeando a liberação de citocinas, por volta do 16-18º dia após o pico de LH (14º dia a partir da ovulação). Desta forma, é possível que uma resposta inflamatória causada por este evento possa gerar uma resposta generalizada das proteínas de fase aguda na cadela gestante. A gestação envolve mudanças adaptativas progressivas, em função dos eventos fisiológicos caracterizados como estressantes. Neste trabalho serão utilizadas 20 fêmeas em gestação e 20 fêmeas não gestantes, no intuito de comparar as mudanças orgânicas que decorrem da gestação, em relação às proteínas de fase aguda (frações protéicas do soro - albumina, α1, α2, β1, β2, y globulinas - fibrinogênio, ceruloplasmina, haptoglobina, seromucóide, glicoproteína e proteína total) e, a partir destes dados, avaliar a sua utilização como técnica de diagnóstico precoce da gestação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VANNUCCHI, CAMILA INFANTOSI; LUCIO, CRISTINA DE FATIMA; REGAZZI, FERNANDA MACHADO; RAMOS ANGRIMANI, DANIEL DE SOUZA; BRITO, MAIRA MORALES; ABREU, RENATA DE AZEVEDO. Acute-phase Protein Profile of Healthy Bitches in Diestrus: the Influence of Steroid Hormones. Acta Scientiae Veterinariae, v. 43, NOV 16 2015. Citações Web of Science: 0.
VANNUCCHI‚ C.I.; MIRANDOLA‚ R.M.; OLIVEIRA‚ C.M. Acute-phase protein profile during gestation and diestrous: proposal for an early pregnancy test in bitches. Animal Reproduction Science, v. 74, n. 1, p. 87-99, 2002.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.