Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapeamento e estabilidade de qtls ligados a resistencia dos citros a gomose, causada por "phytophthora parasitica".

Processo: 02/05027-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2002
Vigência (Término): 30 de junho de 2004
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Edson Luiz Furtado
Beneficiário:Leonardo Pires Boava
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Resistência à doença   Marcador molecular

Resumo

Phytophthora parasitica, principal causador da gomose dos citros, é um importante patógeno dos citros provocando danos em viveiros e no campo. Programas de melhoramento visando obtenção de plantas resistentes a P. parasitica exigem informações detalhadas sobre o tipo de herança e a localização de genes de resistência no genoma. Fontes de resistência às doenças podem ser encontradas em gêneros correlates a citros como Poncirus sp. O presente estudo tem como objetivos detectar marcadores moleculares e locos controladores de características quantitativas (QTLs) ligados à resistência a gomose em uma progênie F1 obtida do cruzamento entre Citrus sunki vs. Poncirus trifoliata 'Rubidoux'. As avaliações fenotípicas serão incorporadas às informações dos mapas de ligação estabelecidos através de marcadores moleculares do tipo RAPD, AFLP e microssatélites. Plantas jovens serão inoculadas com o patógeno, usando o método do disco e avaliadas 30 após medindo-se o comprimento da lesão. A estratégia do 'pseudo-testcross' será adotada como delineamento genético. Todos os dados serão avaliados em programas estatístico-genéticos específicos. (AU)