Busca avançada
Ano de início
Entree

Frugívora e dispersão de sementes em morcegos da família Phyllostomidae (Mammalia: Chiroptera)

Processo: 06/02946-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência (Início): 01 de agosto de 2006
Vigência (Término): 31 de outubro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Teórica
Pesquisador responsável:Marco Aurelio Ribeiro de Mello
Beneficiário:Marco Aurelio Ribeiro de Mello
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/00265-0 - Frugivoria e dispersão de sementes em morcegos da família Phyllostomidae (Mammalia: Chiroptera), AP.JP
Assunto(s):Dispersão de sementes   Plantas   Morcegos

Resumo

A Teoria da Dispersão de Sementes é um dos campos centrais dentro da Ecologia, tendo interfaces com diversas outras áreas. Dentro dela, pretendo estudar mais detalhadamente as hipóteses relacionadas aos benefícios da dispersão para plantas e animais, assim como para a manutenção da diversidade. Os morcegos neotropicais da família Phyllostomidae são excelentes modelos de estudo por serem muito diversos e abundantes, além de interagirem com centenas de espécies de plantas. Trabalharei com três linhas de pesquisa principais: os mecanismos que afetam a seleção de frutos por morcegos, os efeitos da dispersão sobre as populações das plantas-alimento, e o grau de especialização na interação morcego-planta. Realizarei a maioria dos estudos através da criação de um banco de dados com informações retiradas da literatura, com base no qual será possível realizar meta-análises e investigar padrões e processos mais gerais. Outras hipóteses serão testadas em estudos de campo, onde pretendo coletar novos dados empíricos, a serem realizados dentro da Mata Atlântica no estado de São Paulo. Os dados gerados pelo projeto serão importantes tanto para avançar o conhecimento científico sobre a dispersão de sementes e a ecologia de morcegos, quanto para embasar estratégias de conservação. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.