Busca avançada
Ano de início
Entree

Padrão de expressão celular da proteína S100 calcium binding protein a7 (psoriasin 1)

Processo: 05/50781-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2005
Vigência (Término): 30 de abril de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Marco Antonio Zago
Beneficiário:Manuela Ramos Barbieri
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14247-6 - Center for Research on Cell-Based Therapy, AP.CEPID
Assunto(s):Neoplasias   Carcinoma de células escamosas   Neoplasias de cabeça e pescoço   Anticorpos   Proteínas   Expressão gênica   Expressão de proteínas

Resumo

O carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço é uma das neoplasias mais comuns. A evolução clínica e a resposta à terapia são bastante variáveis, mesmo nos casos histologicamente semelhantes. Os pacientes com tumores em estágios iniciais geralmente apresentam poucos sintomas, o que costuma retardar o diagnóstico e reduzir a expectativa de vida. Essas características tornam a investigação das alterações desencadeadas durante o processo de malignização muito importante na identificação de marcadores úteis para o rastreamento de pessoas em risco de desenvolver a doença ou de apresentar lesões múltiplas e para a previsão do curso da doença ou da resposta à terapia. A expressão de um gene dá uma informação indireta sobre a função que desempenha. Dados recentes obtidos em experimentos com a técnica de SAGE de tumores de cabeça e pescoço realizados no Centro de Terapia Celular, mostraram expressão diferencial de vários genes. Alguns destes se apresentaram hiperexpressos em tecidos tumorais, como por exemplo, os genes DEFB4, KRT17 e S100A7 (modelo para estudo). O presente projeto visa obter a expressão da proteína codificada em sistema heterólogo (Escherichia coli), e a utilização desta para a produção de anticorpos monoclonais, para avaliar a expressão da proteína correspondente em diferentes células e tecidos. Busca-se, assim, correlações gene-função e padrão de expressão-evolução clínica. (AU)