Busca avançada
Ano de início
Entree

Validação dè classificadores moleculares preditores dè resposta a quimioterapia combinada com radioterapia Èm carcinoma epidermóide OMA epidermóide dè laringe e hipofaringe localmente localmente AVA

Processo: 05/51443-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2005
Vigência (Término): 30 de setembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Luiz Fernando Lima Reis
Beneficiário:Bianca Diana Barreto
Instituição-sede: Instituto Ludwig de Pesquisa sobre o Câncer (ILPC). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14335-2 - Antonio Prudente Cancer Research Center, AP.CEPID

Resumo

Os tumores malignos de Cabeça e Pescoço estão entre as formas de câncer com maior incidência na população brasileira. Desde o início da década de 1990, o tratamento padrão para carcinomas de laringe e hipofaringe localmente avançados tem sido a combinação de quimioterapia com radioterapia, quimioterapia ou radioterapia exclusivas, em substituição ao tratamento cirúrgico, muitas vezes mutilador. No entanto, a toxicidade e custo do tratamento, as complicações das cirurgias de resgate e o avanço inevitável da doença são prejuízos importantes que ocorrem em pacientes não respondedores. Desta forma, torna-se extremamente importante identificar preditores moleculares de resposta terapêutica. Durante a realização de nosso estudo de Mestrado identificamos, através da metodologia de cDNA microarray, diversos classificadores moleculares preditores de resposta, para pacientes de carcinoma epidermóide de laringe e hipofaringe localmente avançado tratados com quimioterapia, realizada com cisplatina e paclitaxel, combinada com radioterapia. No entanto, para validação final dos classificadores e sua eventual introdução na rotina clínica torna-se necessário validá-los com um grupo independente de amostras. Além disso, na segunda etapa desse estudo iremos determinar o perfil de expressão gênica de pacientes com o mesmo tipo de câncer, a fim de identificar classificadores moleculares preditores de resposta ao tratamento clínico para três modalidades de tratamento diversas. (AU)