Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do graute e taxa de armadura na resistência à compressão na alvenaria

Processo: 03/10683-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2004
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2006
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Estruturas
Pesquisador responsável:Jefferson Sidney Camacho
Beneficiário:Barbara Gonçalves Logullo
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Blocos   Alvenaria   Resistência dos materiais

Resumo

A tendência atual é construções de maior altura; diante disto impulsionaram esforços para melhorar as resistências dos materiais constituintes da alvenaria estrutural. Estudos foram realizados aumentando a resistência dos blocos de concreto e da própria alvenaria, No entanto, existem limites para o acréscimo da resistência da parede em função do aumento de resistência dos blocos e argamassas. Uma alternativa técnica que se apresenta consiste em adicionar às paredes o graute e armaduras, de modo a aumentar a área efetiva do elemento estrutural. O presente trabalho trata da avaliação do ganho de resistência à compressão da alvenaria estrutural com a utilização de graute e armadura. Serão ensaiados blocos de diferentes resistências, prismas vazios e preenchidos com grautes, com e sem armaduras, paredes vazias e com graute, com e sem armaduras, para quantificar o desempenho da alvenaria em conjunto com esses materiais. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LOGULLO, Barbara Gonçalves. Influência do graute e da taxa de armadura no comportamento da alvenaria de blocos de concreto. 2006. 192 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Engenharia (Campus de Ilha Solteira). Ilha Solteira.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.