Busca avançada
Ano de início
Entree

Geografia em movimento: território e centrabilidade no Rio de Janeiro joanino (1808-1821)

Processo: 06/53760-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Robert Moraes
Beneficiário:Flora Medeiros Lahuerta
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Centralidade   Território   América Portuguesa   Rio de Janeiro   Independência do Brasil

Resumo

Esta pesquisa visa contribuir ao estudo do processo de Independência da América portuguesa através da investigação das redes econômicas e políticas, assim como das rotas científicas, que interligavam a capitania do Rio de Janeiro com outras regiões e outros continentes, após a translação de Corte portuguesa, em 1808, até a Independência. Sabe-se que a proeminência do Rio de Janeiro foi construída desde o século XVIII, por isso o intuito é verificar, a partir deste quadro, quais foram as mudanças implementadas pelo novo contexto de 1808, bem como após a elevação da cidade do Rio de Janeiro à condição de capital do Reino Unido de Portugal e Algarves, em 1815. Busca-se examinar primeiramente as transformações materiais, para em seguida se pensar sobre o contexto político que levou à emancipação peculiar que foi a da América portuguesa, quando comparada à espanhola. Sendo concentrador de rotas terrestres e oceânicas, o porto do Rio de Janeiro representava verdadeiro entreposto comercial e de idéias, ajudando a gestar uma associação política entre a elite local e a nobreza, sendo assim o lócus privilegiado onde realmente se deu a "interiorização da metrópole" e o estreitamento de interesses entre as elites. É a partir dessa associação que se pode pensar o projeto territorial de manutenção da "unidade brasileira", bem como da monarquia e da escravidão, como elementos fundantes do Império do Brasil. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LAHUERTA, Flora Medeiros. Geografias em movimento: território e centralidade no Rio de Janeiro joanino (1808-1821). 2009. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.