Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da remoção de compostos orgânicos presentes em efluentes industriais, através da sorção em hidróxidos duplos lamelares

Processo: 00/10061-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2000
Vigência (Término): 31 de agosto de 2002
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Joao Barros Valim
Beneficiário:Lucelena Patricio Cardoso
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Troca iônica   Sorção

Resumo

Hidróxidos Duplos Lamelares (HDLs) ou compostos lamelares do tipo da hidrotalcita, podem ser utilizados como adsorventes, catalisadores e suportes para catalisadores, além de apresentarem várias outras aplicações industriais como estabilizadores de polímeros e trocadores de ânions. Devido a capacidade de regeneração das hidrotalcitas é possível a realização de ciclos de calcinação/re-hidratação/troca iônica. Os principais objetivos deste projeto são o estudo da capacidade de sorção do HDL de magnésio alumínio com a substituição do ânion interlamelar por compostos orgânicos presentes em resíduos industriais (como ânions do ácido tereftálico, ânions do ácido benzóico e ânions do ácido p-tolúico) através do método de substituição por regeneração, estudo da influência da variação de temperatura na adsorção dos compostos orgânicos, investigação da competição entre os ânions em questão no processo de substituição, quando estes estão presentes em uma mesma solução. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CARDOSO, Lucelena Patricio. Estudo da remoção de compostos orgânicos presentes em efluentes industriais, através da sorção em hidróxidos duplos lamelares. 2002. 88 f. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.