Busca avançada
Ano de início
Entree

Ma(d)jermanes: passado colonial e presente diasporizado: reconstrução etnográfica de um dos últimos vestígios do socialismo colonial europeu

Processo: 06/01500-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2006
Vigência (Término): 30 de junho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Omar Ribeiro Thomaz
Beneficiário:Hector Rolando Guerra Hernandez
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Identidade nacional   Conflito social   Moçambique   Diáspora

Resumo

O projeto tem como objetivo principal o estudo de um grupo social formado essencialmente pelos antigos trabalhadores moçambicanos na desaparecida República Democrática Alemã conhecidos atualmente como Ma(d)jermanes. Aqui tentar-se-á construir um quadro coerente deste coletivo, procurando estabelecer linhas de continuidade e ruptura entre seu passado como migrantes laborais e seu presente diasporizado e transnacional na procura do reconhecimento como coletivo social tanto na Alemanha quanto em Moçambique. Saliente-se ainda que este coletivo reúne dois campos de discussão atuais até agora não combinados: eles representam uma ponte entre os debates pós colonial e pós-socialista. Efetivamente, Moçambique tendo uma história colonial de longa data, depois da sua independência de Portugal em 1975, transformou-se numa República independente assumindo um modelo de desenvolvimento que a transformou numa espécie de nova colônia dos países socialistas do chamado Segundo Mundo. Este antecedente histórico é crucial para a compreensão das relações entre Moçambique e a ex-RDA, sobretudo porque estes países consideravam-se mutuamente estratégicos. O trabalho, diretamente relacionado a um campo de conflito ainda controverso, terá, por força, um caráter fortemente empírico. Considerando-se também que não existe um cadastro atualizado sobre sua situação, status e número em Alemanha, informação necessária para a reconstrução da sua biografia coletiva, incorpora-se neste estudo a análise rigorosa dos arquivos, documentos e regulamentação existentes. Do ponto de vista empírico, prefere-se utilizar a compilação de dados etnográficos por meio da pesquisa de campo. Principalmente dados relacionados com a estrutura e organização das instituições criadas pelos Ma(d)jermanes, assim como também das formas e práticas adquiridas na conformação das suas redes ao interior deste grupo social específico e em relação com ambas as sociedades. Em seguida, recorreremos a histórias de vida e a realização de entrevistas em profundidade já que -sobretudo a última -constituem uma maneira muito pertinente de coletar informação especialmente em situações nas quais se querem aprofundar os níveis de análise discursivos. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
HERNANDEZ, Hector Rolando Guerra. Ma(d)jermanes : passado colonial e presente diasporizado : reconstrução etnográfica de um dos últimos vestígios do socialismo colonial europeu. 2011. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.