Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise enantiosseletiva de oxibutinina e n-desetiloxibutina: aplicação em estudo de metabolismo

Processo: 06/01326-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2006
Vigência (Término): 30 de junho de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Pierina Sueli Bonato
Beneficiário:Patrícia da Fonseca
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Eletroforese capilar   Química analítica   Oxibutinina

Resumo

Muitos fármacos quirais, dentre eles a oxibutinina, são comercializados na forma de racematos, no entanto, vários deles apresentam características farmacodinânicas e/ou farmacocinéticas estereosseletivas. Para se ter conhecimento de como estes fármacos quirais se comportam no organismo após sua administração, é necessário o desenvolvimento de métodos analíticos enantiosseletivos. No desenvolvimento desses métodos é necessário considerar não apenas a capacidade das técnicas analíticas empregadas na resolução dos enantiômeros, mas também a eficiência de procedimentos adequados de preparação das amostras. A cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) com fases estacionárias quirais é a técnica mais empregada para a separação de enantiômeros. Nos últimos anos foi implantada também a eletroforese capilar (CE), uma técnica de análise alternativa simples, eficiente e que emprega praticamente quantidades nulas de solventes orgânicos. Técnicas como extração líquido-líquido e extração em fase sólida são comumente empregadas no preparo de amostras, porém, atualmente, busca-se a miniaturização destas técnicas, através do uso de técnicas de microextração em fase sólida e microextração em fase líquida com membranas porosas (LPME).Sendo assim estamos propondo o emprego da LPME como técnica de preparação de amostras para análise enantiosseletiva de oxibutinina e de seu principal metabólito N-desetiloxibutinina, empregando a HPLC e/ou CE, visando posteriormente, realizar um estudo de metabolismo empregando a fração microssomal de fígados de ratos e camundongos

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FONSECA, Patrícia da. Análise enantiosseletiva de oxibutinina e N-desetiloxibutinina: aplicação em estudo de biotransformação \'in vitro\'. 2008. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.