Busca avançada
Ano de início
Entree

Analise proteomica das populacoes cd73+ das celulas-tronco mesenquimais adultas e fetais e dos pericitos hepaticos.

Processo: 06/57658-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2006
Vigência (Término): 30 de novembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Lewis Joel Greene
Beneficiário:Glauce Gaspar Gomes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Envelhecimento   Análise serial da expressão gênica (SAGE)   Proteoma

Resumo

As Células Tronco Mesenquimais (CTMs) são células adultas multipotentes que apresentam capacidade de proliferação e diferenciação in vitro em tipos celulares específicos de origem endodermal, mesodermal e ectodermal. Quando cultivadas por mais de 20 passagens as CTMs tornam-se senescentes perdendo a capacidade de auto-renovação e reduzindo o potencial de diferenciação osteogênica. O presente projeto tem como objetivo identificar os mRNAs e proteínas expressos durante a diferenciação e o processo de senescência das CTMs STRO-1+. As CTMs STRO-1+ serão isoladas da MO por gradiente de densidade (Ficoll), seguido de seleção positiva por coluna imunomagnética. Uma parte das CTMs STRO-1 + selecionadas será mantida em cultura por 21 dias (5 passagens) (células A) e induzida à diferenciação osteogênica com os indutores ácido ascórbico, dexametasona e a-glicerolfosfato (células B), enquanto outra parte das células será mantida em cultura pelo período de 50-60 dias (20 passagens) até atingirem estado de senescência (células C), onde serão induzidas a diferenciação osteogênica com os mesmos indutores (células D). As culturas de CTMs STRO-1+ A, B, C e D serão submetidas à análise da expressão gênica por RT-PCR e SAGE e análise proteômica através de eletroforese bidimensional “2D-DIGE”. A seguir serão realizadas as comparações das proteínas e mRNAs obtidos entre os tipos celulares, procurando identificar as alterações que ocorrem no processo de diferenciação osteogênica e senescência das CTMs STRO-1+. (AU)