Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do polimorfismo do gene p53 no códon 72 e no códon 47 e do gene ATM em pacientes com câncer de bexiga

Processo: 06/02324-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2006
Vigência (Término): 31 de agosto de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Laura Sterian
Beneficiário:Luis Eduardo Murgel de Castro Santos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Polimorfismo genético   Neoplasias da bexiga

Resumo

Genes supressores tumorais são fundamentais para o reconhecimento e reparo de danos genéticos. Sem a sua atuação, mutações desvantajosas podem se suceder e adicionar, levando a célula afetada a proliferar e dar origem a um clone de células malignas. Quando a interrupção do ciclo celular e/ou o reparo dos danos não é possível, p53 induz apoptose celular. No entanto, polimorfismos no códon 72 e no códon 47 do gene diminuem a sua capacidade de induzir apoptose. O polimorfismo 72p53 está associado ao desenvolvimento de uma série de tumores no sêr humano, mas seu papel ainda é controverso em relação ao câncer da bexiga. Por outro lado, pouco se sabe sobre 47p53, recentemente descrito. O gene ATM, também um gene supressor de tumores, possui um papel central na sinalização ao dano do DNA, na checagem do ciclo celular e indução de apoptose, além de estar possivelmente envolvido no sinal de transdução mitogênica, condensação cromossômica, recombinação cromossômica e manutenção de telômeros. Mutações em ATM produzem grande instabilidade cromossômica, impedem a expressão de p53 e estão associadas com vários tumores do sêr humano. Dois polimorfismos do gene ATM, D126E e D1853N, se correlacionam com uma maior propensão a diversos tipos de tumores, mas ainda não foram estudados em pacientes com câncer de bexiga. O objetivo deste projeto é analisar a prevalência dos polimorfismos dos códons 47 e 72 do gene p53 e D126E E D1853N do gene ATM em 100 pacientes portadores de câncer de bexiga comparando-os com 100 casos controle pareados, avaliando a relevância destes polimorfismos em relação à incidência da doença e o prognóstico destes pacientes, e sua correlação com outros fatores conhecidos de risco para câncer de bexiga como raça, sexo e tabagismo.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MURGEL DE CASTRO SANTOS, LUIS EDUARDO; TRINDADE GUILHEN, ANA CAROLINA; DE ANDRADE, RENATO ALVES; SUMI, LARISSA GARCIA; WARD, LAURA S. The role of TP53 PRO47SER and ARG72PRO single nucleotide polymorphisms in the susceptibility to bladder cancer. UROLOGIC ONCOLOGY-SEMINARS AND ORIGINAL INVESTIGATIONS, v. 29, n. 3, p. 291-294, MAY-JUN 2011. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.