Busca avançada
Ano de início
Entree

Desterritorialização e resistências: viajantes forçados colombianos em São Paulo e Barcelona

Processo: 06/57604-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 30 de abril de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Urbana
Pesquisador responsável:Maria Suely Kofes
Beneficiário:Rafael Ignacio Estrada Mejía
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Migração internacional   Transnacionalismo   Colômbia

Resumo

Este projeto analisa, através de uma perspectiva transnacional, os vínculos que ligam os imigrantes colombianos voluntários e forçados e seus descendentes com a Colômbia, bem como sua inserção ou processos de exclusão nas metrópoles de São Paulo, no Brasil e Londres, na Inglaterra. O foco principal da pesquisa é o nexo institucional que as duas cidades oferecem a esses imigrantes, assim como as formas que essas instituições utilizam para reforçar ou reconfigurar as identidades dessas pessoas que nasceram além das fronteiras territoriais do país onde residem ou cujos pais são imigrantes. Por nexo institucional entende-se o papel que desempenham as diversas instituições que intercediam os processos de assentamento, integração e reconstrução de laços com a família, região e nação de origem, ou seja, as instituições políticas, educativas, econômicas e religiosas da cidade, incluindo representantes do governo local ou federal, as organizações voluntárias, a polícia e a mídia. As bases da atual política migratória inglesa estão constituídas pelo que recentemente tem-se denominado "Europa Fortaleza", enquanto no Brasil rege ainda o Estatuto do Estrangeiro que data de 1980. As políticas imigratórias dos dois contextos percebem a imigração como uma questão de Segurança Nacional, e o imigrante é visto como uma ameaça à coletividade. Em ambos os cenários, um vínculo institucional e um conjunto legal de direitos e restrições envolvem esses indivíduos e provêem o contexto no qual esse assentamento acontece; redes pessoais são reconstituídas, laços com a terra natal são reforçados ou anulados e identidades são reconstruídas. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MEJÍA, Rafael Ignacio Estrada. Desterritorialização e resistências : viajantes forçados colombianos em São Paulo e Barcelona. 2010. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.