Busca avançada
Ano de início
Entree

Construção e abandono de lobos deposicionais na evolução sedimentar do megaleque do Rio Taquari, Pantanal Mato-Grossense

Processo: 06/02381-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2006
Vigência (Término): 31 de agosto de 2008
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Mario Luis Assine
Beneficiário:Hiran Zani
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Rio Taquari   Pantanal   Sedimentologia

Resumo

O megaleque do rio Taquari é um sistema deposicional multi-lobos. Possui uma geometria circular e diâmetro aproximado de 250km, ocupando 37% da área do Pantanal Mato-Grossense. Apresenta forma convexa em perfil transversal e côncava em perfil longitudinal. Três sub-sistemas caracterizam sua paisagem atual: um cinturão de meandros em sua porção superior; um lobo atual de sedimentação na parte distal, e diversos lobos abandonados com redes intrincadas de paleocanais. Conhecer as formas deposicionais e os processos pretéritos, bem como os processos recentes que continuam ocorrendo, são pré-requisitos para o estabelecimento de tendências de mudanças na paisagem, possibilitando assim antever possíveis mudanças futuras. Nesta linha prospectiva, a caracterização do funcionamento do megaleque do Taquari como um sistema deposicional e o reconhecimento das etapas de sua evolução no tempo geológico constituem os principais escopos perseguidos no estudo da geologia do Pantanal. Tal escopo é de grande alcance e, para atingi-lo, diversas técnicas e métodos de análise são imprescindíveis. Neste projeto pretende-se realizar uma análise baseada no uso de técnicas e métodos de sensoriamento remoto, tais como a interpretação de imagens de satélite Landsat sensor TM, e a elaboração de modelos digitais de elevação (MDE) a partir de imagens SRTM-3, tendo como objetivos o mapeamento dos diferentes lobos e o estabelecimento de sua cronologia relativa através de critérios morfológicos. Os processos sedimentares envolvidos serão interpretados a partir das formas e dos depósitos descritos, prevendo-se a realização de uma campanha de campo e a análise granulométrica, não só das amostras coletadas nos trabalhos de campo, mas também amostras coletadas em projetos anteriores. Por fim, os resultados alcançados serão comparados com feições observadas em outros megaleques aluviais, buscando-se reconhecer analogias e comparar os processos de construção e abandono de lobos deposicionais, o que servirá de base para buscar em futuros trabalhos o estabelecimento de padrões deposicionais que possam servir como modelos no estudo de sistemas modernos e antigos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ZANI, HIRAN; ASSINE, MARIO LUIS; MCGLUE, MICHAEL MATTHEW. Remote sensing analysis of depositional landforms in alluvial settings: Method development and application to the Taquari megafan, Pantanal (Brazil). Geomorphology, v. 161, p. 82-92, AUG 1 2012. Citações Web of Science: 35.
HIRAN ZANI; MARIO LUIS ASSINE. Paleocanais no megaleque do rio Taquari: mapeamento e significado geomorfológico. BRAZILIAN JOURNAL OF GEOLOGY, v. 41, n. 1, p. -, Jan. 2011.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ZANI, Hiran. Mudanças morfológicas na evolução do megaleque do Taquari : uma análise com base em dados orbitais. 2008. 87 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Geociencias e Ciencias Exatas. Rio Claro.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.