Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterizacao dos compostos fenolicos soluveis do arroz integral e avaliacao da sua capacidade antioxidante e inibitoria sobre a alfa amilase e a enzima conversora de angiotensina (eca).

Processo: 06/58559-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Bromatologia
Pesquisador responsável:Ursula Maria Lanfer Marquez
Beneficiário:Isabel Louro Massaretto
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Compostos fenólicos   Arroz   Antioxidantes

Resumo

O arroz integral vem chamando a atenção de pesquisadores, devido principalmente à presença de compostos bioativos presentes no farelo do arroz. Entre estes, destacam-se os compostos fitoquímicos, que contém várias classes de antioxidantes. Estudos epidemiológicos têm demonstrado que o consumo de grãos integrais está associado à redução do risco de doenças crônicas, tais como doenças cardiovasculares, câncer, diabetes entre outras. Os benefícios à saúde são atribuídos, em parte, à sua composição química específica, capaz de combater os radicais livres. Por outro lado, estudos recentes sugerem que as atividades inibitórias sobre a alfa-amilase e a enzima conversora de angiotensina I, encontradas; nos extratos aquosos de alguns alimentos, ricos em compostos fenólicos, poderiam indicar o seu potencial no controle das diabetes e hipertensão. Enquanto os tocoferóis, tocotrienóis e orizanóis, antioxidantes bem conhecidos e estudados, são isolados dos extratos lipossolúveis do farelo de arroz e do arroz integral, os demais compostos fenólicos, com atividade. antioxidante, presentes no extrato aquoso do arroz integral ainda são pouco conhecidos. O objetivo deste trabalho é.j determinar e quantificar os compostos fenólicos do extrato aquoso e do extrato hidroalcoólico do arroz integral (subespécies japônica, indica e arroz preto), bem como avaliar a contribuição destes na capacidade antioxidante in vitro e na atividade inibitória sobre as enzimas alfa-amilase e ECA (enzima conversora de angiotensina I). (AU)