Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações neurorradiológicas em pacientes com Síndrome de Kallmann: estudos por ressonância magnética

Processo: 06/53889-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de setembro de 2006
Vigência (Término): 31 de julho de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Radiologia Médica
Pesquisador responsável:Margaret de Castro
Beneficiário:Marcel Koenigkam Santos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/09857-0 - Mecanismos neuroendócrinos da regulação do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal em modelos clínicos e experimentais de resistência aos glicocorticóides e sepse, AP.PRNX.TEM
Assunto(s):Síndrome de Kallmann   Ressonância magnética

Resumo

O hipogonadismo hipogonadotrófico quando associado à hiposmia ou anosmia é chamado de Síndrome de Kallmann (SK). A SK pode ocorrer na forma esporádica ou familiar, esta podendo apresentar padrão de hereditariedade autossômico recessivo e dominante ou ligado ao X. Nos pacientes com SK são descritas alterações morfológicas do rinencéfalo, com hipo ou apiasia dos sulcos, bulbos e tratos olfatórios, identificadas principalmente nos exame de imagem por ressonância magnética (RM). Os pacientes com SK ligada ao X podem apresentar ainda sincinesia (movimentos involuntários em espelho das mãos), para a qual se sugere um mecanismo etiopatogênico semelhante ao responsável pela associação entre anosmia e o hipogonadismo, ou seja, um distúrbio de migração neuronal durante a embriogênese. O objetivo deste trabalho será avaliar através de ressonância magnética, a presença de alterações do rinencéfalo nos pacientes com síndrome de Kallmann, comparando com pacientes que apresentam hipogonadismo hipogonadotrófico não associados à SK e casos controles. Será realizada a correlação clínico-radiológica entre as diferentes alterações do rinencéfalo e os diferentes graus de deficiência olfativa e manifestações neuro-motoras. Realizaremos ainda, utilizando-se de VBM, relaxometria e transferência de magnetização, estudo comparativo entre os pacientes com Kallmann que apresentam sincinesia, pacientes sem sincinesia e casos controles, analisando não somente as alterações morfológicas, como a natureza destas. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SANTOS, Marcel Koenigkam. Alterações neurorradiológicas em pacientes com síndrome de Kallmann: estudos por ressonância magnética. 2009. 92 f. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.