Busca avançada
Ano de início
Entree

Padrões de diversidade ecológica e filogenética em Bignonieae (Bignoniaceae): evolução morfológica e a estruturação de comunidades tropicais

Processo: 06/59916-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 31 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica
Pesquisador responsável:Lúcia Garcez Lohmann
Beneficiário:Suzana de Fátima Alcantara
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fatores abióticos   Biodiversidade   Filogenia   Morfologia vegetal

Resumo

Regiões tropicais apresentam a maior diversidade biológica do planeta. Dentre os vários mecanismos propostos para explicar essa diversidade, destacam-se hipóteses funcionais, baseadas em diferenças ecológicas que conferem maior valor adaptativo e maior diversificação a determinadas espécies em certos ambientes, e neutras, que pressupõem equivalência entre espécies e padrões hierárquicos de diversificação filogenética. O estudo da estrutura filogenética tem sido um caminho promissor para a compreensão dos processos envolvidos na geração da biodiversidade. O objetivo deste projeto é estudar a estrutura filogenética e os padrões de diversificação em Bignonieae (Bignoniaceae), em 3 etapas: estudo da evolução de caracteres reprodutivos e de síndromes de polinização; estudo dos padrões de diversificação ecológica e filogenética; e estudo da estrutura filogenética de comunidades de Bignonieae. A tribo Bignonieae é o grupo mais diverso da família Bignoniaceae e um grupo importante na estruturação de comunidades de lianas. Devido a isso, este grupo é extremamente apropriado para o estudo de aspectos relevantes de diversificação. A utilização de uma filogenia robusta e datada e de dados morfológicos e de composição de comunidades de Bignonieae (já disponíveis) permitirão o teste de hipóteses que podem representar avanços consideráveis sobre o entendimento dos processos geradores da grande diversidade nos trópicos como um todo. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALCANTARA, SUZANA; REE, RICHARD H.; MARTINS, FERNANDO R.; LOHMANN, LUCIA G. The Effect of Phylogeny, Environment and Morphology on Communities of a Lianescent Clade (Bignonieae-Bignoniaceae) in Neotropical Biomes. PLoS One, v. 9, n. 3 MAR 3 2014. Citações Web of Science: 8.
ALCANTARA, S.; DE OLIVEIRA, F. B.; LOHMANN, L. G. Phenotypic integration in flowers of neotropical lianas: diversification of form with stasis of underlying patterns. JOURNAL OF EVOLUTIONARY BIOLOGY, v. 26, n. 10 OCT 2013. Citações Web of Science: 4.
ALCANTARA, SUZANA; LOHMANN, LUCIA G. Contrasting phylogenetic signals and evolutionary rates in floral traits of Neotropical lianas. Biological Journal of the Linnean Society, v. 102, n. 2, p. 378-390, FEB 2011. Citações Web of Science: 19.
ALCANTARA, SUZANA; LOHMANN, LUCIA G. EVOLUTION OF FLORAL MORPHOLOGY AND POLLINATION SYSTEM IN BIGNONIEAE (BIGNONIACEAE). AMERICAN JOURNAL OF BOTANY, v. 97, n. 5, p. 782-796, MAY 2010. Citações Web of Science: 41.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ALCANTARA, Suzana de Fátima. Evolução da morfologia floral e estrutura de comunidades em um clado de Lianas Tropicais (Bignonieae, Bignoniaceae). 2010. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.