Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo químico e biológico de cromenos naturais em espécies de Piperaceae e seus análogos

Processo: 06/59555-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Maysa Furlan
Beneficiário:João Marcos Batista Junior
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/02176-7 - Conservação e uso sustentável da diversidade do Cerrado e da Mata Atlântica: diversidade química e prospecção de medicamentos potenciais - fase II, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Benzopiranos   Piperaceae   Antifúngicos   Tripanossomicidas   Relação estrutura-atividade

Resumo

O projeto proposto visa desenvolver um estudo químico e biológico, objetivando o isolamento de cromenos de espécies de Piperaceae e obtenção de seus análogos, tendo como principal foco a avaliação das atividades tripanocida e antifúngica, frente ao Trypanosoma cruzi e patógenos humanos, respectivamente. Em estudos anteriores realizados pelo aluno João Marcos Batista Júnior, durante o desenvolvimento de seu estágio de IC, alguns cromenos mostraram potente atividade tripanocida, além de outros estudos que comprovaram a atividade antifúngica de extratos brutos e frações frente à patógenos humanos dos gêneros Cândida e Cryptococcus. Esses estudos complementarão sobremaneira os resultados obtidos quanto à relação estrutura-atividade tripanocida dos cromenos, além de fornecer subsídios para a identificação dos potenciais antifúngicos das espécies selecionadas com vistas a possibilidade de obtenção de análogos substitutos dos parabenos. Vale ressaltar que o desenvolvimento do estágio de iniciação científica do aluno João Marcos Batista Júnior forneceu todos os subsídios para a elaboração do projeto de mestrado e resultou em um artigo submetido à publicação, uma premiação, uma menção honrosa e a possibilidade de apresentação oral dos resultados na última Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química. Todos esses aspectos mostram a real inserção do estágio de iniciação científica na vida acadêmica do aluno corroborando sobremaneira em sua maturidade cientifica. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.