Busca avançada
Ano de início
Entree

Autogestão, economia solidária e gênero: as trabalhadoras de cooperativas incubadas na Cidade de São Carlos

Processo: 07/57197-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Jacob Carlos Lima
Beneficiário:Aline Suelen Pires
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Economia solidária   Cooperativismo

Resumo

Desde o século XIX, quando surgiram e começaram a se popularizar, as cooperativas vêm gerando debates importantes, quanto à sua viabilidade econômica, quanto à sua capacidade de manter os princípios fundamentais do cooperativismo, quanto às suas possibilidades práticas de modificar a realidade social e econômica. A partir da década de 70, com a crise do modelo fordista de produção e a reestruturação produtiva em todo o mundo, muitas mudanças econômicas, sociais, culturais, tecnológicas e no âmbito do Estado vieram, e o trabalhador assalariado passa a ser cada vez mais precarizado, perde garantias e direitos sociais, além do desemprego, que atinge altos patamares. Isso revitalizou a busca por alternativas de vida e trabalho por parte dos trabalhadores, e a Economia Solidária, especialmente sob a forma do cooperativismo, se constituiu em uma dessas alternativas. Este projeto visa a estudar esse fenômeno sob a ótica dos próprios trabalhadores, ou seja, como o trabalhador cooperado compreende o significado da autogestão. Serão estudados trabalhadores participantes de projetos da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da Universidade Federal de São Carlos, tentando verificar em que medida estes incorporam os valores transmitidos pela Incubadora. A idéia é perceber se esse trabalhador percebe o trabalho associado como uma alternativa econômica de subsistência entre outras, ou como um projeto mais amplo de transformação social. (AU)