Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo funcional de mutantes da proteína prion celular associados as doenças de prion

Processo: 06/61251-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2007
Vigência (Término): 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Vilma Regina Martins
Beneficiário:Cleiton Fagundes Machado
Instituição-sede: Laboratório de Biologia Molecular. Instituto Ludwig de Pesquisa sobre o Câncer (ILPC). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/13189-2 - Papel da proteína prion celular em processos fisiológicos e patológicos II, AP.TEM
Assunto(s):Diferenciação celular   Sobrevivência celular   Transdução de sinais   Mutação

Resumo

As encefalopatias espongiformes transmissíveis (TSEs) são doenças neurodegenerativas causadas pela conversão da proteína prion celular (PrPc) em uma isoforma infecciosa denominada proteína prion scrapie (PrPsc). PrPc é uma glicoproteína de superfície celular ligada a uma âncora de GPI. Sua expressão é abundante no SNC e está extremamente conservada entre as espécies. Cerca de 15% das TSEs são hereditárias. Postula-se que mutações pontuais promovam a conversão espontânea de PrPc à PrPsc por uma diminuição da estabilidade da forma nativa de PrPc, entretanto, vários grupos já admitem a possibilidade de que estas doenças possam estar relacionadas também a perda de função da proteína normal. Com o intuito de avaliar se as doenças hereditárias de prion poderiam-estar associadas à perda de função de PrPc geramos clones celulares expressando proteínas PrPc mutadas. Dados preliminares deste estudo apontam mudanças de localização subcelular e respostas funcionais nos mutantes de PrPc nos códons A117V, D178N e T183A. O presente trabalho tem por objetivo continuar a avaliação funcional de mutantes de PrPc nos códons P102L, P105L, A117V, D1.78N, V180I, T183A e E200K com relação à sobrevivência e diferenciação neuronais e gliais e ainda o estudo do tráfego celular e as alterações nas sinalizações celulares mediadas por estas mutações. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LANDEMBERGER, MICHELE CHRISTINE; DE OLIVEIRA, GABRIELA PINTAR; MACHADO, CLEITON FAGUNDES; GOLLOB, KENNETH JOHN; MARTINS, VILMA REGINA. Loss of STI1-mediated neuronal survival and differentiation in disease-associated mutations of prion protein. Journal of Neurochemistry, v. 145, n. 5, p. 409-416, JUN 2018. Citações Web of Science: 1.
MACHADO, CLEITON F.; BERALDO, FLAVIO H.; SANTOS, TIAGO G.; BOURGEON, DOMINIQUE; LANDEMBERGER, MICHELE C.; ROFFE, MARTIN; MARTINS, VILMA R. Disease-associated Mutations in the Prion Protein Impair Laminin-induced Process Outgrowth and Survival. Journal of Biological Chemistry, v. 287, n. 52, p. 43777-43788, DEC 21 2012. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.