Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do papel do fator de início de tradução de eucariotos 5A (elF5A) na expressão gênica em nível traducional

Processo: 06/60447-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 31 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Sandro Roberto Valentini
Beneficiário:Ana Paula Borges Gregio
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Expressão gênica   Biossíntese de proteínas   Saccharomyces cerevisiae

Resumo

O fator de início de tradução 5A (elF5A) é altamente conservado de arquebactérias a mamíferos e sofre uma modificação pós-traducional única e essencial, em que uma lisina específica é convertida em um resíduo de hipusina. Este fator já foi relacionado a inicio de tradução, transporte nucleocitoplasmático, decaimento de mRNA e proliferação celular, mas o verdadeiro papel de elF5A ainda não foi esclarecido. A levedura S. cerevisiae possui dois genes homólogos que codificam para elF5A, TIF51A e TIF51B, expressos, respectivamente, em condições aeróbicas e anaeróbicas. Como TIF51A é essencial para a viabilidade celular na presença de oxigênio, vários mutantes condicionais foram isolados e caracterizados. Embora elF5A tenha sido considerado inicialmente um fator de início de tradução, a depleção deste fator em leveduras causa uma redução de apenas 30% na síntese protéica, sugerindo que elF5A esteja envolvido na tradução de um grupo específico de mensageiros. Dados recentes do laboratório, alguns gerados na minha iniciação científica, re-estabelecem uma função de elF5A na tradução e sugerem a sua atuação na etapa de elongação ao invés do início de tradução, como sugerido nos experimentos iniciais de caracterização funcional de elF5A. Para confirmar o envolvimento de elF5A na tradução de mRNAs específicos, pretende-se analisar a expressão gênica diferencial de alelos condicionais de TIF51A em comparação com o alelo mutante, em nível tradicional, e analisar uma possível função de elF5A em diferentes etapas da tradução. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
GREGIO, Ana Paula Borges. Estudo do papel de eIF5A na síntese proteica. 2010. 88 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciencias Farmaceuticas. Araraquara.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.