Busca avançada
Ano de início
Entree

Neurodegeneração e geração de espécies reativas de oxigênio no sistema visual: estudo em um modelo de enucleação ocular em ratos

Processo: 06/60982-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Lucia Rossetti Lopes
Beneficiário:Marina Sorrentino Hernandes
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Enucleação ocular   Estresse oxidativo   NADPH oxidase   Espécies de oxigênio reativas   Degeneração neural

Resumo

Espécies reativas de oxigênio (EROs) são formadas a partir de processos de oxidação e redução. Assim como em células vasculares, a NADPH oxidase é a principal responsável pela produção de EROs em neurônios. Atualmente sabe-se que EROs intermedeiam desde circuitos de sinalização fisiológicos e patológicos até lesões a constituintes celulares. A perturbação do equilíbrio redox celular, geralmente pela excessiva geração de espécies reativas de oxigênio, é denominada estresse oxidativo. Algumas linhas de investigação procuram elucidar o papel do estresse oxidativo em distúrbios neurodegenerativos como o Mal de Parkinson, a esclerose lateral amiotrófica e o mal de Alzheimer, visto que estudos post-mortem revelam claramente o excesso de produção de EROs nas regiões cerebrais mais afetadas pela doença. O objetivo deste projeto de pesquisa é o de avaliar a produção e a participação de espécies reativas de oxigênio em processos degenerativos centrais, utilizando-se um modelo de lesão da retina (enucleação ocular). A metodologia a ser empregada envolve principalmente métodos imunohistoquímicos, immunoblotting e cultura de células. A proposta do presente estudo está relacionada com a principal linha de pesquisa dos laboratórios de Neurobiologia Celular e de Sinalização Redox (ICB/USP). Os resultados obtidos poderão auxiliar no entendimento da participação de espécies reativas de oxigênio em processos neurodegenerativos. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
HERNANDES, Marina Sorrentino. Geração de espécies reativas de oxigênio e neuroinflamação induzidas por enucleação ocular no sistema visual de ratos.. 2011. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.