Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de sistema de estereolitografia laser no infravermelho para construção de moldes e modelos tridimensionais

Processo: 06/60755-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2006
Vigência (Término): 30 de novembro de 2008
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:André Luiz Jardini Munhoz
Beneficiário:André Luiz Jardini Munhoz
Empresa:Laser Tao Serviços de Prototipagem Ltda. - ME
Vinculado ao auxílio:04/10263-0 - Desenvolvimento de sistema de estereolitografia no infravermelho para construção de moldes e modelos tridimensionais, AP.PIPE
Assunto(s):Estereolitografia   Infravermelho   Impressão tridimensional   Protótipo   Lasers de gás   Materiais termoplásticos   Polímeros termossensíveis   Ferramentas de prototipagem

Resumo

Na fase II do projeto, o bolsista realizará a integração da máquina de estereolitografia com as tecnologias de Informática CAD/CAE/CAM dentro da filosofia da Engenharia simultânea para o desenvolvimento rápido de produtos. Atuará diretamente no estudo e avaliação das resinas termosensíveis utilizadas no sistema proposto. Para este desenvolvimento serão realizados experimentos com a amostra padrão, bem como as variações estequiométricas da mesma, em termos quantitativos de reagentes, para que se chegue a um ótimo de padronização, e estabelecer os limites das quantidades de reagentes empregados. Pretende-se aprofundar a análise para determinar os intervalos limites das quantidades de reagentes que permitam a cura localizada, conservando os padrões de protótipos já obtidos. Os resultados deste trabalho são de importância nos estudos de futuros materiais envolvendo a estereolitografia para produção de moldes e modelos de precisão. Um software de simulação para o processo empregando o método de elementos finitos, será implementado visando especialmente o ciclo da cura no design do objeto físico. Como resultado, a quantidade necessária de construção de camadas no ciclo de confecção do protótipo pode ser minimizada. Eventualmente, isto pode levar a redução do custo de fabricação, tempo de operação da máquina, e melhora no controle e estimativa das propriedades finais do produto. Nesta fase, também será levantada uma carteira de clientes através da prestação de serviço em prototipagem rápida e virtual. (AU)