Busca avançada
Ano de início
Entree

Sintese de nanoparticulas de oxido de vanadio obtidas pela decomposicao de peroxido.

Processo: 06/07220-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Valmor Roberto Mastelaro
Beneficiário:Waldir Avansi Junior
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Nanopartículas   Propriedades estruturais   Óxido de vanádio

Resumo

Os materiais nanoestruturados vem sendo extensivamente estudados não somente pelas novas propriedades e suas possíveis aplicações tecnológicas se comparados aos materiais de mesma composição convencionais mas também pela busca de uma melhor compreensão dos aspectos físicos e químicos que causam tais mudanças. A utilização de novas rotas de síntese de materiais nanoestruturados tem levado a obtenção de materiais apresentando formas anisotrópicas que podem dar origem a novas propriedades e aplicações. Entre essas rotas, a síntese de nanopartículas através da decomposição de peróxido tem se mostrado muito eficiente na obtenção de materiais nanoestruturados apresentando um alto grau de anisotropia em sua forma. Nesse contexto, esse projeto de doutorado tem como objetivo realizar a síntese e a caracterização do óxido de vanádio que apresenta uma grande diversidade de aplicações quando na forma nanoestruturada. Na síntese dessas nanopartículas será utilizado como precursor o pentoxido de vanádio, que de acordo com estudos preliminares, pode ser solubilizado com relativa facilidade em uma solução de peróxido de hidrogênio. Uma vez que utilizaremos o pentoxido de vanádio como precursor, espera-se que como produto do processo de síntese, esse seja o composto formado. Um estudo do processo de crescimento das nanoparticulas será também realizado e comparado ao observado em outros materiais que foram produzidos utilizando a mesma metodologia. A morfologia, as propriedades físicas e químicas e as propriedades estruturais das nanoparticulas serão avaliadas através de técnicas convencionais como difração de raios-X, analise térmica, espectroscopia Raman e técnicas avançadas como microscopia eletrônica de transmissão de alta resolução (HRTEM), Espalhamento de Raios- X a baixo ângulo (SAXS) e espectroscopia de Absorção de Raios-X (XAS).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AVANSI, W.; OLIVEIRA, C. L. P.; RIBEIRO, C.; LEITE, E. R.; MASTELARO, V. R. Study of the morphological evolution of vanadium pentoxide nanostructures under hydrothermal conditions. CrystEngComm, v. 18, n. 39, p. 7636-7641, 2016. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.