Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de plasticidade sináptica em motoneurônios medulares de animais submetidos a encefalomielite autoimune experimental

Processo: 06/05055-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Alexandre Leite Rodrigues de Oliveira
Beneficiário:Camila Marques de Freria
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Medula espinhal   Plasticidade neuronal   Camundongos

Resumo

A Esclerose Múltipla (EM) é uma doença crônica autoimune, manifestada morfologicamente por inflamação e desmielinização do sistema nervoso central (SNC). Esse processo inflamatório provoca lesão axonal e perda de mielina. Em modelos animais, é possível observar degeneração axonal, bem como inflamação, similares ao observado em humanos com EM. Além disso, recentemente demonstramos a ocorrência de intenso rearranjo dos circuitos medulares durante o curso da doença em ratos submetido à encefalomielite experimental autoimune (EAE). Contudo, não são ainda bem compreendidos os efeitos de sucessivos surtos e remissões sobre a citoarquitetura dos circuitos medulares. Assim, no sentido de melhor entender esses fenômenos, utilizaremos camundongos submetidos à forma remitente/recorrente da EAE, sendo analisados os resultados em nível de imunohistoquímica e ultraestrutura. Os camundongos serão submetidos à EAE por meio de aplicações de 100µl no plexo braquial direito e esquerdo de cada animal, contendo o peptídeo de MOG35-55 diluído em PBS e Mycobacterium tuberculosis emulsificada com adjuvante completo de Freund. Os grupos serão dividivos em: 10 animais controle, 10 animais no surto (13º dia após EAE), 10 animais na 1º remissão (15º dia após EAE) e 10 aimais na 4º remissão (17º dia após EAE). Todos os animais serão sacrificados através de perfusão. Em cada grupo 5 animais serão processados para microscopia eletrônica de transmissão e 5 animais serão processados em imunohistoquímica, sendo empregados os anticorpos anti-sinaptofisina, anti-MAC1 e anti-GFAP.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FRERIA, C. M.; ZANON, R. G.; SANTOS, L. M. B.; OLIVEIRA, A. L. R. Major Histocompatability Complex Class I Expression and Glial Reaction Influence Spinal Motoneuron Synaptic Plasticity During the Course of Experimental Autoimmune Encephalomyelitis. JOURNAL OF COMPARATIVE NEUROLOGY, v. 518, n. 7, p. 990-1007, APR 1 2010. Citações Web of Science: 22.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.