Busca avançada
Ano de início
Entree

Estratégias reprodutivas em Melipona, com ênfase em pequenas populações de Melipona scutellaris (Apidae, Meliponini)

Processo: 05/58093-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de abril de 2006
Vigência (Término): 31 de março de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Vera Lucia Imperatriz-Fonseca
Beneficiário:Denise de Araujo Alves
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Melipona   Abelhas

Resumo

O maior desafio para a formação de meliponários é atender aos quesitos da hipótese de Kerr que aponta para a necessidade da existência de 44 ninhos da espécie criada no meliponários ou nos arredores para que as colônias não produzam machos diplóides. Nogueira-Neto (2002) testou a validade desta hipótese efetuando divisões sucessivas em ninhos provenientes de duas matrizes de Melipona scutellaris e em uma de Melipona rufiventris. Assim, a cada ano, obteve uma série de colônias-mães e filhas desenvolvendo-se sob a mesma pressão ecológica. As colônias-filhas são fortes e nelas não foram detectados machos diplóides. Existem no meliponário Aretuzina, em S3o Simão (SP), 30 colônias de M. scutellaris e 15 colônias de M. rufiventris. Suas rainhas são marcadas e os registros das colônias das colônias efetuados pelo Dr. Paulo Nogueira-Neto, que disponibilizou o material biológico para outras análises complementares. Neste projeto propomos uma investigação do número de rainhas, machos e operárias produzidos mensalmente em 20 colônias de M. scutellaris e 10 colônias de M. rufiventris, por 12 meses; a análise genética das condições de endocruzamento destas populações; a maternidade e a ploidia dos machos produzidos; o estado da colônia, o número e volume dos potes de alimento e suas relações com o tamanho e massa dos indivíduos produzidos. A produção de rainhas nestas espécies será comparada com amostras obtidas em meliponários existentes no local de onde vieram as colônias matrizes destes experimentos (amostras nos meliponários de Recife (PE) para M. scutellaris, e meliponário Luziânia (GO) para M. rufiventris). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Colmeia com rainha forasteira 

Publicações científicas (7)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NUNES-SILVA, PATRICIA; ALVES, DENISE ARAUJO; HILARIO, SERGIO DIAS; SANTOS-FILHO, PERSIO DE SOUZA; IMPERATRIZ-FONSECA, VERA LUCIA. A scientific note on the founding and the early growth of new nests of the stingless bee Plebeia remota. Apidologie, v. 45, n. 6, p. 748-751, NOV 2014. Citações Web of Science: 2.
KAERCHER, MARTIN H.; MENEZES, CRISTIANO; ALVES, DENISE A.; BEVERIDGE, OLIVER S.; IMPERATRIZ-FONSECA, VERA-LUCIA; RATNIEKS, FRANCIS L. W. Factors influencing survival duration and choice of virgin queens in the stingless bee Melipona quadrifasciata. NATURWISSENSCHAFTEN, v. 100, n. 6, p. 571-580, JUN 2013. Citações Web of Science: 4.
JONES, SAM M.; VAN ZWEDEN, JELLE S.; GRUETER, CHRISTOPH; MENEZES, CRISTIANO; ALVES, DENISE A.; NUNES-SILVA, PATRICIA; CZACZKES, TOMER; IMPERATRIZ-FONSECA, VERA L.; RATNIEKS, FRANCIS L. W. The role of wax and resin in the nestmate recognition system of a stingless bee, Tetragonisca angustula. BEHAVIORAL ECOLOGY AND SOCIOBIOLOGY, v. 66, n. 1, p. 1-12, JAN 2012. Citações Web of Science: 18.
ALVES, DENISE ARAUJO; IMPERATRIZ-FONSECA, VERA LUCIA; FRANCOY, TIAGO MAURICIO; SANTOS-FILHO, PERSIO SOUZA; BILLEN, JOHAN; WENSELEERS, TOM. Successful maintenance of a stingless bee population despite a severe genetic bottleneck. CONSERVATION GENETICS, v. 12, n. 3, p. 647-658, JUN 2011. Citações Web of Science: 20.
WENSELEERS, TOM; ALVES, DENISE A.; FRANCOY, TIAGO M.; BILLEN, JOHAN; IMPERATRIZ-FONSECA, VERA L. Intraspecific queen parasitism in a highly eusocial bee. BIOLOGY LETTERS, v. 7, n. 2, p. 173-176, APR 23 2011. Citações Web of Science: 20.
ALVES, D. A.; IMPERATRIZ-FONSECA, V. L.; FRANCOY, T. M.; SANTOS-FILHO, P. S.; NOGUEIRA-NETO, P.; BILLEN, J.; WENSELEERS, T. The queen is dead-long live the workers: intraspecific parasitism by workers in the stingless bee Melipona scutellaris. Molecular Ecology, v. 18, n. 19, p. 4102-4111, OCT 2009. Citações Web of Science: 24.
ALVES, D. A.; IMPERATRIZ-FONSECA, V. L.; SANTOS-FILHO, P. S. Production of workers, queens and males in Plebeia remota colonies (Hymenoptera, Apidae, Meliponini), a stingless bee with reproductive diapause. Genetics and Molecular Research, v. 8, n. 2, p. 672-683, 2009. Citações Web of Science: 7.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ALVES, Denise de Araujo. Estratégias reprodutivas em Melipona, com ênfase em pequenas populações de Melipona scutellaris (Apidae, Meliponini). 2010. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.