Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de fatores de risco para infestação de edificações por Aedes aegypti e de tipos de recipientes de maior produtividade de pupas, São José do Rio Preto, SP

Processo: 06/02473-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2006
Vigência (Término): 31 de maio de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:Francisco Chiaravalloti Neto
Beneficiário:Eliane Aparecida Fávaro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Vetores de doenças   Aedes aegypti   Dengue   Vírus da dengue   Pupa   Fatores de risco   Transmissão de doenças   São José do Rio Preto (SP)

Resumo

Introdução e Justificativa: Muitos fatores de risco estão associados à presença da dengue e de seu vetor o Aedes aegypti. A identificação destes fatores permitirá que as atividades de controle sejam estratificadas segundo edificações e recipientes e desta forma diminuir o risco de ocorrência da doença no município. Objetivo: Identificar fatores de risco para a infestação das edificações por pupas de Aedes aegypti e os tipos de recipientes com maiores produtividades de pupas. Materiais e Métodos: O estudo será realizado na área urbana de São José do Rio Preto, que foi dividida em 14 Áreas de Controle de Vetores pela Secretaria Municipal de Saúde e Higiene do Município. Em uma amostra de 6.600 edificações, a serem selecionadas entre as Áreas de Controle de Vetores com maiores níveis de infestação, será realizada no período de dezembro/06 a março/07 a medida de densidade das formas imaturas do vetor para a obtenção de indicadores entomológicos associados as larvas e pupas. Todas as larvas e pupas existentes em cada recipiente serão coletadas e identificadas. No mesmo período ao da avaliação das formas imaturas e na mesma amostra de edificações será aplicado um questionário para a coleta de informações sobre os moradores. Em todas as edificações envolvidas serão medidos valores de variáveis relativas às edificações e aos seus moradores e/ou responsáveis, para identificação, através de regressão logística, daquelas que poderão ser consideradas como de risco para a presença de pupas nos imóveis. Os recipientes serão classificados segundo tipo e ambientes de edificações, considerando a produtividade de pupas. No período de dezembro/07 a março/08 será realizada por amostragem na mesma área uma nova medida de densidade das formas imaturas para verificar a estabilidade das produtividades de pupas. As edificações nas quais os fatores de risco forem identificados serão consideradas chave, e os tipos de recipientes de maior produtividade de pupas serão considerados chave. Será elaborada uma proposta de estratificação a partir da identificação das edificações chave e recipientes chave e apresentada a Secretaria Municipal de Saúde de São José do Rio Preto, tendo em vista sua implantação no município. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CHIARAVALLOTI-NETO, FRANCISCO; PEREIRA, MARIZA; FAVARO, ELIANE APARECIDA; DIBO, MARGARETH REGINA; MONDINI, ADRIANO; RODRIGUES-JUNIOR, ANTONIO LUIZ; CHIEROTTI, ANA PATRICIA; NOGUEIRA, MAURICIO LACERDA. Assessment of the relationship between entomologic indicators of Aedes aegypti and the epidemic occurrence of dengue virus 3 in a susceptible population, Sao Jose do Rio Preto, Sao Paulo, Brazil. Acta Tropica, v. 142, p. 167-177, FEB 2015. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.