Busca avançada
Ano de início
Entree

Efetividade de vernizes fotopolimerizáveis experimentais na redução da hidrofobicidade e adesão de Candida albicans em uma resina para base de prótese

Processo: 06/00435-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2007
Vigência (Término): 31 de julho de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Ana Lucia Machado
Beneficiário:Andréa Azevedo Lazarin
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Reabilitação bucal   Candida albicans   Resinas acrílicas

Resumo

Os indivíduos usuários de próteses removíveis, parciais ou totais, apresentam susceptibilidade para desenvolver candidose, denominada de estomatite protética. Além das alterações na cavidade bucal, em pacientes imunossuprimidos a estomatite protética pode desencadear a disseminação das espécies de Candida desenvolvendo fungemia e consequente infecção sistêmica que acarreta mortalidade em até 79% dos casos. Considerando-se que a adesão do microrganismo na superfície da resina acrílica constitui o pré-requisito para sua colonização e, consequentemente, a ocorrência da estomatite protética, o desenvolvimento de métodos que possam minimizar ou prevenir a adesão da Candida albicans sobre a parte interna da prótese poderia trazer avanço significativo no tratamento dessa patologia. Alguns polímeros zwiterionicos e hidrofílicos têm sido sintetizados e utilizados para modificar a superfície de biomateriais, como celulose e polietileno, com o objetivo de torná-los compatíveis com o sangue, prevenindo a formação de coágulos. Estudos têm demonstrado que a utilização desses polímeros também pode reduzir a adesão de microrganismos patogênicos sobre alguns biomateriais. Esses resultados sugerem que a superfície dos materiais utilizados na confecção das próteses removíveis poderia ser modificada, prevenindo que essas superfícies atuem como fonte de contaminação e reinfecção da mucosa bucal. Com base nesses aspectos, o presente projeto propõe avaliar diferentes vernizes experimentais, que apresentam em sua formulação monômeros hidrofílicos ou zwiterionicos, como método para modificar a superfície de resina acrílica para base de prótese, com o objetivo de prevenir a adesão de Candida albicans. Serão confeccionados corpos-de-prova utilizando-se uma resina para base de prótese específica para micro-ondas, a partir de padrões de silicone nas dimensões de 10x10x1m. Para obtenção de corpos-de-prova com características superficiais que simulem a parte polida das próteses, os padrões de silicone serão incluídos posicionados entre duas lâminas de vidro. Os corpos-de-prova com características superficiais que simulem a parte interna das próteses serão confeccionados por meio da inclusão dos padrões de silicone diretamente em contato com o gesso. Os corpos-de-prova do grupo controle não receberão tratamento superficial. Para os 12 grupos restantes, cada corpo-de-prova receberá uma camada de um dos vernizes experimentais avaliados, que serão polimerizados em forno EDG durante 4 minutos. Todos os 12 vernizes experimentais serão preparados, apresentando em sua composição o monômero MMA (metil metacrilato), dois agentes de ligação cruzada (identificados pelas siglas AL1 e AL2) e o foto iniciador MBP (4-metil benzofenona). Além desses componentes, os vernizes identificados pelos códigos E, P e T apresentarão monômeros hidrofílicos (siglas MH1, MH2 e MH3) em 3 diferentes concentrações (25, 30 e 35%). Os vernizes, identificados pelo código M, apresentarão um monômero zwiteriônico (MZ), nas mesmas concentrações. A adesão de Candida albicans sobre os corpos-de-prova, será avaliada por 2 métodos: 1) ensaio de redução de 2,3-bis(2-methoxy-4-nitro-5-sulfophenyl)-5-[(phenylamino)carbonyl]-2H-tetrazolium hydroxide (XTT), por espectrofotometria; 2) técnica de Gram modificada e leitura realizada em microscópio de luz em 20 campos do corpo-de-prova, selecionados de maneira aleatória, obtendo-se a média do número de células aderidas por área. Para a caracterização da superfície dos corpos-de-prova serão realizados 2 testes: 1) mensuração do ângulo de contato para avaliar a hidrofobicidade/hidrofobilidade da superfície; 2) análise com espectroscopia de fotoelétrons excitados por raios X (XPS) para obter informações sobre a composição química da superfície. Os resultados dos testes de adesão e de ângulo de contato serão analisados estatisticamente para posterior interpretação e discussão. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LAZARIN, ANDREA AZEVEDO; ZAMPERINI, CAMILA ANDRADE; VERGANI, CARLOS EDUARDO; WADY, AMANDA FUCCI; GIAMPAOLO, EUNICE TERESINHA; MACHADO, ANA LUCIA. Candida albicans adherence to an acrylic resin modified by experimental photopolymerised coatings: an in vitro study. GERODONTOLOGY, v. 31, n. 1, p. 25-33, MAR 2014. Citações Web of Science: 8.
LAZARIN, ANDREA AZEVEDO; MACHADO, ANA LUCIA; ZAMPERINI, CAMILA ANDRADE; WADY, AMANDA FUCCI; PALOMARI SPOLIDORIO, DENISE MADALENA; VERGANI, CARLOS EDUARDO. Effect of experimental photopolymerized coatings on the hydrophobicity of a denture base acrylic resin and on Candida albicans adhesion. ARCHIVES OF ORAL BIOLOGY, v. 58, n. 1, p. 1-9, JAN 2013. Citações Web of Science: 16.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LAZARIN, Andréa Azevedo. Efetividade de vernizes fotopolimerizáveis experimentais na redução da hidrofobicidade e adesão de Candida albicans em uma resina para base de prótese. 2009. 192 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Odontologia (Campus de Araraquara). Araraquara.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.