Busca avançada
Ano de início
Entree

O tradicional e o moderno na canção popular chilena

Processo: 07/57268-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 31 de agosto de 2009
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História da América
Pesquisador responsável:Tania da Costa Garcia
Beneficiário:Mariana Oliveira Arantes
Instituição-sede: Faculdade de História, Direito e Serviço Social. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Franca. Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Tradição   Identidade nacional   Música   Chile

Resumo

Após a vitória dos Aliados na Segunda Guerra Mundial configurou-se uma nova ordem político-econômica internacional sob a hegemonia dos Estados Unidos. Nos diversos países que mantinham relações econômicas com esta nação, como o Chile, emergiram partidos políticos com ideais progressistas e reformistas. Na década de 1950 os governos chilenos seguiam a idéia de um desenvolvimento industrial e da modernização do país contando com investimento externo. A implementação de tais mudanças expressas nas novas tecnologias, na urbanização, na emergência das camadas médias e dos setores populares, trouxe também a massificação do consumo e a entrada maciça no país de produções culturais externas. Desta maneira, como forma de contrapor-se e defender a produção nacional, realçaram-se os debates em torno da identidade nacional. Devido ao seu caráter de mediadora nas relações de poder, advindo de sua capacidade de difusão e mobilização, a música popular conteve as tensões em tomo da identidade nacional. Assim sendo, o presente projeto de pesquisa tem por objetivo estudar as apropriações de elementos tradicionais e da modernidade nas representações veiculadas pelos conjuntos do fenômeno musical denominado Neofolclore Chileno, no período de 1958 a 1970. (AU)